Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Autores nos tópicos

Dom 2 Jul 2017 - 20:55 por Ártemis

Autores nos tópicos

Recentemente adicionei em todos as postagens do tópico de Tutoriais e Guias bem como
o tópico da Biblioteca o nome de quem fez, quem ajudou a fazer, quem editou (boa parte do conteúdo), e quem ajudou com a ideia.

Assim temos uma visão mais clara de pessoas que, apesar de a maioria não saber, ajudaram com o crescimento e evolução do fórum.

Lembrando que todo o conteúdo criado para o fórum é de autoria do mesmo. Todo "direito autoral" que estabelecemos aqui é de Rick Riordan, o criador das séries Percy Jackson e Os Heróis do Olimpo.


Comentários: 0

EVENTO DOUBLE ALEGRIA DE FÉRIAS

Ter 27 Jun 2017 - 14:28 por Selene

Evento Double Alegria de férias



Evento válido do dia 01/07/2017 até 15/07/2017


Férias de Julho chegando e nada melhor do que um evento double pra levantar os ânimos do fórum. Chamem seus amigos e desfrutem do evento
DOUBLE ITENS, EXP e DRACMAS





Comentários: 1

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Arenas » Arena MvP » 

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 3]

MvP[Comum] Emily Monteiro e Gustav Lorenzo

por Deimos em Ter 12 Jan 2016 - 12:47

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Uma chuva leve invadia o acampamento naquela manhã, era estranho para muitos filhos de Atena mas ainda assim não improvável. O clima era mágico no acampamento e podia ser alterado, mesmo sem estar na estação correta. No chalé de Poseidon, a felicidade reinava. Semideuses corriam de um lado para outro liderados pelo novo conselheiro, Kross. Emily vinha ao lado do semideus, de mãos dadas com o garoto de treze anos. Ela era a irmã mais velha, alguns anos mais velha, mas mesmo assim, Kross tinha participado de mais batalhas e tinha uma certa mais habilidade, motivo pelo qual fora escolhido. Além de que, a maioria dos irmãos mais fortes tinha saído em missão e não retornado até agora. Talvez por ser teimoso demais e gostar de enfrentar batalhas, o que as vezes fazia ela dar uns tapas preocupados nele. Todavia, eles tinham uma ligação. Haviam sido reclamados em um mesmo teste, ele se jogara na lava para salvá-la, e faria tudo de novo se fosse necessário.

O bonde de Poseidon parou frente a arena, entreolhando-se e parando os olhares em Will. Que sorriu e juntos, seguiram para a arena, com as gotas de água tocando seu corpo. Alguns sentaram-se nas arquibancadas, olhando para o conselheiro que permanecia frente a eles, de pé no chão de terra batida. Lançava olhares duvidosos para todos, como se fosse escolher o primeiro a treinar.  Isso até chegar em Emily. A garota realmente queria ficar mais forte, precisava treinar. O chalé não estava tão cheio de toda forma então a escolha era meio óbvia. Alguns semideuses estavam em missões à semanas, como Black, o antigo conselheiro. Um dos portões da arena se abriram, revelando o oponente da garota. Um mago com mãos soltando faíscas. Eletricidade não era um dos elementos preferidos dos semideuses mas a ansiedade da batalha cobria todos ali, principalmente Emily. Will sentou-se na primeira bancada, ao lado de Biasan e Ariel, olhando para a garota que estava de costas. Todos estavam ansiosos por sua vez. Emily estava ali, cercada de olhares esperançosos de seus irmãos, ela poderia se sentir nervosa mas pelo contrário, estava confiante. Havia levado seus equipamentos justamente para isso. Uma fumaça então cobriu o mago e duas sombras se revelaram, eram muito maiores que as dele e claramente eram quadripedes, animais gigantes. Eles grunhiam e pareciam olhar para a garota. A névoa tremeluzia e começava a se espalhar pela arena, junto aos passos dos animais.

- Postar itens e habilidades a serem consideradas 
- Fazer seus posts com clareza 
- Divirta-se se fortalecendo e não entre em pânico ;)
Mago:




Última edição por Deimos em Ter 12 Jan 2016 - 15:42, editado 1 vez(es) (Razão : Adição de um campista)



Panic is good, right?— Deimos

#1

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
Era a primeira vez que eu via um sinal de chuva dentro do acampamento. No pouco tempo em que vivo aqui, sempre ouvi que o clima mágico fazia os dias ficarem numa temperatura relativamente estável, era sol quase que o ano inteiro, ao passo que no inverno havia um espaço para o frio e até nevava. Aparentemente o dia de hoje era uma exceção. A água que caía do céu parecia uma bênção dos deuses, e apesar de me sentir melhor no oceano, ver aquela quantidade de água cair era, de certa forma, reconfortante.

Will era uma das pessoas mais próximas de mim dentro do acampamento. Nós não apenas chegamos ao mesmo tempo, como também tivemos nossa primeira batalha e inclusive, fomos reclamados juntos, ambos como filhos de Poseidon! Era uma soma de coincidências que deixaria muitos incrédulos. Diferente de mim, ele havia tomado um rumo mais voltado às batalhas, ficando gravemente ferido e até interditado na enfermaria em algumas ocasiões, mas isso certamente vinha servindo para fortalecê-lo. Era claramente visível que ele havia me superado em termos de poder. Não que algum dia eu fosse superior, apenas considero que estávamos no mesmo nível ao partir do zero juntos.

O esforço dele lhe rendeu a posição de conselheiro do chalé 3. Aquilo era um pouco preocupante, pois ele ainda não era muito experiente e o cargo exigia muita responsabilidade. Eu particularmente via aquilo como um peso muito grande para alguém com a idade dele, mas acredito que seja uma preocupação boba, ele cresceu bastante nos últimos meses, então, isso pode sim ser considerado um motivo de orgulho.

Ele tem a ideia de levar alguns dos integrantes do chalé para treinar na arena. Eu acabo concordando apesar de não gostar da ideia. Sou uma pessoa bem mais reservada, mas não queria chateá-lo. Minha única condição era de treinar sozinha, sem receber ajuda de qualquer pessoa do chalé 3, haja vista que eu queria, de fato, ficar mais forte.

Minha última experiência, todavia, havia sido muito relevante. Lutei ao lado de um indefinido romano que tinha uma habilidade interessante com o manejo de espadas. Talvez lutar em parceria com ele novamente seja agradável, haja vista que estamos num nível semelhante. Estaria ele ainda no acampamento como visitante? Bom, não era hora para pensar nisso.

Na minha frente surge um mago que parecia conjurar eletricidade. Aquilo era de longe um problema considerável. O ambiente estaria a favor dele, maximizando o poder de suas descargas. Se a energia dele for comparada a de um filho de Zeus iniciante, o combate seria perigoso.

Entro em rodada de defesa total, ainda mantendo a distância entre nós a fim de esperar seu primeiro movimento e tentar, de alguma forma medir sua capacidade de controle com o elemento. Além disso, a fumaça por ele conjurada havia trazido mais duas criaturas. A desvantagem numérica me obrigaria a ser ainda mais cautelosa e observadora que o habitual.

Equipamentos:

Equipamento:

Elmo Comum
Peitoral de Couro
Tridente
__________________
Acessórios:

- Calça Leve com compartimento para 6 garrafas**
- Concha de Nautilus *

__________________
Mochila Comum:

- Poção de Cura[Heróico] (x3)
- Poção de Energia [Heróico] (x4)

#2

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Gustav:

O dia estava sendo diferente para o romano. O céu do acampamento estava nublado, com índice de chuvas e uma leve tempestade por vir. Os filhos de Júpiter que estavam de visita e os de Zeus estavam anciosos para a vinda dos raios, embora pudessem sentir que demoraria um pouco mais. O garoto tinha vindo passar uns dias no acampamento e, no inverno, aquela era uma das coisas que ele não esperava que acontecessem. Recentemente reclamado por seu pai, o garoto se sentia mais confiante, de toda forma, um sentimento que era mútuo para os que tinham o sangue do deus do olimpo. O garoto havia seguido uma multidão, curioso para saber o que acontecia. Como um bom romano ele tinha se preparado para a batalha, sem saber o que estava por vir. Ele parou frente ao portão da arena que se fechou as suas costas, ouvindo um som vindo de longe. Como se outra entrada tivesse sido aberta. A névoa cobria tudo a sua frente mas o garoto podia enchergar. Sabia que o nevoeiro só ia até a zona de terra batida. Mais a frente, um mago conjugava palavras estranhas, sentado de cabeça baixa, com a mão faiscando e uma arma com espinhos na sua mão direita. A sua frente, vultos grunhiam para os garotos. Gustav arregalou os olhos, não é que ele não conseguia ver eles inteiramente, eles eram feitos de sombras. Suas cabeças balançavam de um lado para outro, como se decidissem quem iriam atacar. Um deles soltava faíscas enquanto o outro tinha brasas percorrendo seu corpo. O cão elétrico então partiu para cima da garota enquanto o outro começou a correr em direção a Gustav. O mago continuava lá parado. O legionário tinha de se movimentar logo se não quisesse ser morto.

Emily:
Podia estar louca mas a garota sentia que mais alguém estava lá. Não aquelas sombras de animais que tinha visto antes da névoa tomar conta de toda a arena, era como se outro semideus estivesse lá para ajudá-la. Ela sorriu sem motivos quando de repente começou a ouvir o crepitar de chamas e faísas de eletricidade correndo sobre algo, grunhidos de animais selvagens. Ela conseguia ver pela neblina que algo se movia a sua frente mas não conseguia identificar o quê. Tinha mais ou menos um metro de altura e era rápido, bem rápido.

Obs: Os lobos tem físico de um tigre dente-de-sabre para Gustav que pode vê-los melhor, mas inteiramente negros. Feitos de sombras. Se eles controlam o seu elemento não se sabe ainda, mas podem ver através da névoa. Em dois segundos ele atingirão vocês, se permanecerem parados. Boa sorte.



Panic is good, right?— Deimos

#3

Ж Gustav Lorenzo

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário


Eu havia sido reclamado como filho de Júpiter dentro do acampamento grego. Por mais estranho que parecesse isso era a mais pura verdade. Durante os dias de intercâmbio que nosso centurião Jack Frost nos proporcionou, eu, como um novato acabei aprendendo alguns truques básicos em meio aos gregos e aos poucos, comecei a me aperfeiçoar.

Havia batalhado duas vezes. A primeira, foi em conjunto com uma filha de Netuno, conhecido por aqui como Poseidon. Ela desmitificou a história de que filhos do deus do Mar trazem má sorte, pelo menos pra mim, pois ela se mostrou uma guerreira valente e muito astuta. A segunda batalha foi três dias atrás, no dia em que meu pai finalmente me reclamou.

Uma chuva fina e agradável estava caindo pelo local, e eu não podia esperar pelo começo dos raios. Não sei bem o motivo, mas estava disposto a ir para a arena, que apesar de nublada, não era um problema, eu podia enxergar quase que normalmente. Quando vi que as coisas estavam diferentes, como o fato de uma aparente batalha estar em andamento, começo a agir como um [Comandante Celeste] a fim de fazer com que as nuvens se aglomerem mais rapidamente. Se havia mais alguém ali lutando contra três monstros simultaneamente, precisaria do máximo de ajuda que pudesse ter. Eles aparentavam ser perigosos, rápidos e inteligentes.

O estranho mago não se movia, ao passo que uma espécie de cão envolto em eletricidade avançava para o outro lado da arena e um outro animal, de propriedade flamejante vinha em minha direção. Abuso de minha [Antigravidade], potencializada pelo meu [Anel do Trovão], realizando um salto para o outro lado da arena, mais precisamente onde o outro animal, com quem eu certamente teria mais vantagem, se dirigia.

À medida que eu me aproximo vejo uma silhueta feminina e custo a acreditar no que meus [Olhos Nebulosos] veem. Era mesmo ela, a filha de Netuno. Grito instantaneamente, ainda no ar:

´- Emily! Saia daí!

Pego minha espada e abuso da perícia com o objeto que adquiri por parte de meu pai e avô e tento interceptar a criatura.

Equipamentos:

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Escudo Aegis
__________________
Acessórios:
- Anel do Trovão
- Ramo da Insanidade
__________________
Mochila Comum:
-  1 Poção de Vida [Heroica]
-  1 Poção de Energia [Heroica]

Habilidade Ativa:

Nível 2 - Comandante Celeste [Inicial]: O filho de Zeus ergue a mão ou arma para os céus, e convoca as nuvens, que começam a se aglomerar acima de sua cabeça. Neste nível leva entre uma e três rodadas para o céu fechar, dependendo do clima. Consome 30 de Energia, entra em espera por 10 rodadas.

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Liderança: Os filhos de Zeus, desde os tempos de escola, são muito bons em manipular as palavras e convencer as pessoas, que quase sempre apelam à seus comandos. O Campista é um exemplo para os outros e pode inspirá-los a fazer o que você quer. (+9 CHA)

Nível 1 - Proteção Elétrica I: Sob qualquer indício de energia elétrica o filho de Zeus obtém cura, e não sofre danos como outros campistas ao ser eletrocutado. Cura 5 pontos de HP e MP por rodada quando exposto a essa eletricidade.

Nível 2 - Antigravidade: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus não se machuque tanto em quedas livres, além de permitir-lhe saltos maiores. (+7 CON)

Nível 11 - Antigravidade [Intermediário]: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus quase não se machuque em quedas livres, além de permitir-lhe saltos ainda maiores. (+8 CON)


Nível 2 - Olhos Nebulosos [Inicial]: Permite ao filho de Zeus enxergar completamente bem durante dias nublados e com chuva fraca.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o Campista treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 3 - Mestre do Clima [Inicial]: Os filhos de Zeus conseguem prever acontecimentos meteorológicos. Por exemplo, as chuvas e mudanças de temperatura.

#4

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário

Tudo estava estranho. Assumi uma posição defensiva mas nada aconteceu. A criatura rodeada por faíscas elétricas continuava ali parada e aos poucos, era mais difícil enxergar no campo neblinoso por ele conjurado. Eu apenas sabia que mais dois inimigos estavam à espreita.

Porém, a sensação de que uma terceira presença estava por ali, ao lado não deixava de me incomodar. Por mais que eu soubesse que ali havia uma entrada alternativa para a arena, era difícil pensar na ideia de que alguém apareceria ao lado do portão de monstros, apenas se não conhecesse mesmo o acampamento.

A sensação de que algo vinha em minha direção aumenta e foco em minha audição. O som seria meu guia e eu teria de identificar o que vinha por trás do reconfortante som das gotas d’água que caíam sobre a arena. Consigo perceber que algo vem rapidamente por terra em minha direção e assumo posição de contra-ataque com meu tridente. Foi nesse momento em que uma voz que era imponente e ao mesmo tempo faliliar grita:

- Emily, saia daí!

Foi uma reação instantânea. Jogo meu corpo para o lado esquerdo e observo o que apareceria no local onde eu estava. A voz em questão era justamente a do rapaz indefinido que lutara ao meu lado na última vez em que vim à Arena. Só podia ser ele.

-Gus, é você?


#5

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Guri
Gustav:
O garoto sabia que lutar contra o oponente que soltava faíscas de gravidade seria mais vantajoso, sabendo disso, ele salta por cima do tigre das sombras que erra a investida. O garoto então começa a se aproximar da garota, à saltos altos, a forma mais rápida de chegar. Ele vê a garota desviar com um salto da investida do tigre, ficando aliviado. O tigre elétrico então se volta para ele grunhindo. O garoto instintivamente salta para o lado, a tempo de desviar de uma bola de fogo de um dos tigres, que passa direto e desaparece na névoa. O tigre elétrico continua a se voltar para a garota, agora encolhendo-se e preparando para um salto, suas presas ficaram azuis, como se concentrasse energia ali. Gustav sabia que ele concentrava eletricidade e que esta não poderia ser controlada por ele, era diferente de certa forma. O tigre de brasas então arremessou mais uma esfera de chama de sua boca, a chama não parecia ser afetada pelos pingos de chuva, era como se a névoa o fortalecesse. O garoto teria que agir rápido, ele podia ver que o tigre também se preparava para saltar em sua direção.


Emily:
Emily passara um fino de ser acertada. Escutando a voz do garoto, e reconhecendo-a quase que imediatamente, ela seguira seu instinto, saltando para a esquerda e desviando da investida do vulto. O animal havia afastado a névoa o suficiente para a garota ver que tinha o formato de um tigre negro, como se fosse feito por sombras. Cargas de eletricidade davam voltas em torno do seu corpo, dançando com o poder. A filha de Poseidon viu de relance o garoto ficar em apuros, agora a dois metros mais a frente. Não tinham tempo para se cumprimentar. O tigre a frente dela passou a concentrar uma espécie de energia nas suas presas, deixando-as azuladas. A garota podia ouvir o som das correntes elétricas passando, o animal então encolheu-se preparando para saltar. A garota tinha de agir novamente, se não seria atingido em cheio sem chance de revidar.


Gustav Lorenzo:
116/116
82/112


Emily Monteiro:
132/132
124/124


Tigre(Elétrico)
100%


Tigre(Flamejante)
100%


Mago
100%



Última edição por Deimos em Qua 13 Jan 2016 - 13:00, editado 2 vez(es)



Panic is good, right?— Deimos

#6

Ж Gustav Lorenzo

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
As criaturas eram espécies de autômatos, com um poder mágico relevante. Eu já havia detectado que a eletricidade emanada pelo tigre não era algo que eu pudesse tentar usar ao meu favor controlando, mas sabia que minha [Proteçao Elétrica] me possibilitaria enfrentá-lo de semideus para monstro sem maiores dificuldades, como seria se ele enfrentasse a filha de Netuno.

Observo que eles parecem não apenas se esconder no nevoeiro, como este também os fortalece. Nesse caso, livrar o campo daquilo era a primeira coisa a ser feita para que a luta rumasse a algo mais equilibrado. 3x2 com um campo que mais favorece o inimigo não me parece legal, então, ativo [Aerocinese] para fazer com que os ventos apenas soprem, sem muita força. Meu objetivo não é empurrar nada além do nevoeiro para longe, dando visão de campo para Emily mostrar suas habilidades em seu maior potencial, como na luta passada. No momento, dialogarmos seria impossível, mas não deixo de lançar um sorriso de confiança para a garota, pois agora eu certamente poderia ser mais útil.

O tigre de Brasas contudo, parecia me ter como alvo, e isso era um problema. Ele parecia ser imune à chuva e ainda era capaz de liberar esferas de fogo. Emocionante! Essa luta certamente se aproxima muito do que eu sempre escuto falar dos veteranos. Monstros com habilidades mágicas! Era a primeira vez que eu me deparava com aquilo, e era impossível não olhá-los com certa admiração.

Continuo me utilizando da [Antigravidade] para esquivar das investidas do monstro, saltando para os lados ou para cima. Em termos de mobilidade uma criatura que é apenas terrestre me parece inferior, mas a atenção aos seus disparos é necessária, sempre esquivar.

Decido não enfrentá-lo de cara. Começo a instigá-lo a me seguir. Me atacar. No momento em que eu ver as esferas de fogo carregando para serem disparadas, me posiciono em um local que seja paralelo ao mago, formando uma linha. A ideia é não apenas esquivar do ataque, como também fazer a bola de fogo atingir aquele cara. Eu sabia por meio dos pergaminhos e livros do Acampamento que o elemento fogo leva vantagem ao elétrico, então, essa me parece a estratégia mais efetiva. Emily teria de se virar por hora, mas eu sabia que ela era capaz de dar conta do recado.

Tento prever, se possível, o momento em que o aglomerado de nuvens que estou tentando invocar. [Comandante Celeste] irá se formar. Uma tempestade era tudo o que eu precisava para que minhas habilidades atuais entrem em ápice.

Habilidade Ativa:

Nível 3 - Aerocinese [Inicial]: O ar é, desde a divisão dos 3 grandes poderes, o território de Zeus. Seus filhos conseguem, então, manipular este elemento de acordo com sua vontade. Neste nível podem fazer pequenos feitos com o ar; correntes de ar, erguer objetos, pequenas agulhas de ar comprimido, etc. Consome 15 de Energia.  

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Liderança: Os filhos de Zeus, desde os tempos de escola, são muito bons em manipular as palavras e convencer as pessoas, que quase sempre apelam à seus comandos. O Campista é um exemplo para os outros e pode inspirá-los a fazer o que você quer. (+9 CHA)

Nível 1 - Proteção Elétrica I: Sob qualquer indício de energia elétrica o filho de Zeus obtém cura, e não sofre danos como outros campistas ao ser eletrocutado. Cura 5 pontos de HP e MP por rodada quando exposto a essa eletricidade.

Nível 2 - Antigravidade: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus não se machuque tanto em quedas livres, além de permitir-lhe saltos maiores. (+7 CON)

Nível 11 - Antigravidade [Intermediário]: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus quase não se machuque em quedas livres, além de permitir-lhe saltos ainda maiores. (+8 CON)


Nível 2 - Olhos Nebulosos [Inicial]: Permite ao filho de Zeus enxergar completamente bem durante dias nublados e com chuva fraca.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o Campista treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 3 - Mestre do Clima [Inicial]: Os filhos de Zeus conseguem prever acontecimentos meteorológicos. Por exemplo, as chuvas e mudanças de temperatura.

#7

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
Os acontecimentos que se sucederam me deixaram um tanto atônita. Aquele era o Gustav Lorenzo? Ele havia lutado ao meu lado dias atrás, mas apenas com uma espada em mãos, como um indefinido. Parece que ele finalmente foi reclamado, e não por qualquer um. Zeus, o maior dos três grandes e rei do Olimpo era seu pai.

A confiança emanada pelo rapaz me contagiou instantaneamente, bem como a nova demonstração de habilidades do rapaz, que saltava como se o ar sempre estivesse a seu favor. Um aliado aparentemente poderoso e muito bem vindo, afinal de contas. Olho para a arquibancada e dou uma piscadela para Will, sinalizando que tudo ficará bem.

De volta ao combate, percebo que o tigre que emanava faíscas elétricas começava a concentrar uma pigmentação energética azulada. Aquilo era sinônimo de perigo e eu precisaria pensar rápido. Fugir não era uma opção muito viável, em termos de agilidade eu era claramente inferior a uma criatura como aquelas.


A única alternativa que me vinha em mente no momento, era agir com certo oportunismo. O animal estava prestes a saltar e tentar me atacar com aquelas presas. Com meu tridente em mãos, aguardo o momento em que suas patas seriam flexionadas e simultaneamente tentaria interceptá-lo acertando as lâminas de meu tridente em sua cabeça, em pleno ar. Aproveitaria a vantagem de minha arma der de médio alcance para fazê-lo.

Para minha felicidade, os choques elétricos da criatura não me atingiriam se ela não me acertasse diretamente. A madeira não é um condutor de eletricidade como o metal das lâminas e eu posso optar por não me molhar com minha [Hidrofobia], seja pela chuva ou pegando qualquer objeto molhado, como eu estou fazendo agora.


Passivas a Considerar:

Nível 1 - Hidrofobia: O filho de Poseidon pode optar por não se molhar ao mergulhar na água, bem como qualquer objeto que segurar. Ele também pode respirar em baixo d'água.

Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 de FOR)


Nível 5 - Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento. (+10 em todos os atributos NESSAS CONDIÇÕES)

#8

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Emily:
A garota após dar uma piscadela para seu irmão, foca na batalha, aproveitando o alcance da sua arma e o cedro olimpiano não condutor de eletricidade presente no item, ela ataca o tigre na hora do seu salto, acertando o rosto do animal, e fazendo parte da cabeça dele desaparecer em meio a uma fumaça negra, em um piscar de olhos a cabeça de animal se refazia em sombras, passando pela arma e fincando seus dentes no braço esquerdo da garota, uma carga de eletricidade passa por ele fazendo a garota grunhir levemente. A filha de Poseidon dá um chute no animal, não o suficiente para dar danos significativos, mas o bastante para fazê-lo recuar e terminar de regenerar-se das sombras. Ela percebe que a névoa finalmente se dissipa, vendo que a cabeça do tigre agora estava era a do animal comum, não feita por sombras. Ideias começaram a percorrer a mente da garota, talvez aquela área agora esteja vulnerável? Seu braço estava inerte, paralisado temporariamente, seu sangue corria pelo antebraço molhando sua mão e caindo ao chão. O tigre estava com raiva, era como se as sombras estivessem o mantendo calmo. O monstro rugiu tão alto que fez Emily recuar um passo. Parecia que os animais não haviam mostrado seu verdadeiro potencial ainda. Pelo canto do olho a garota via que o mago estava de pé novamente, algo foi em sua direção, uma bola de fogo? Ela não teve como ver o que acontecera, tendo que desviar de investidas do tigre. O tigre estava mais forte, podia perceber, mas estava mais lento. O bastante para ela desviar, mas não o suficiente para contra-atacar com tanta segurança.

Gustav:


O filho de Júpiter realmente estava ansioso. Não pôde de ajudar a garota que não via diante da névoa. Utilizando sua habilidade com o ar para empurrar a névoa para fora, aproveitando sua habilidade com saltos ele começa a desviar dos golpes, que viam rápido, se não fosse filho de Júpiter ele teria perdido o fôlego. Finalmente vendo que tinha alcançado o que queria, ele desviou da última bola de fogo, jogando-a em direção ao mago. O homem parou de recitar frases e se levantou, girando sua clava em um círculo com a mão e batendo o cajado no cabo da arma, rebatendo a esfera que agora começava a tomar volume, ficando maior e maior. O garoto começou a fugir por meio de saltos, vendo que a esfera o seguia. O aglomerado de chamas possuía dois metros de diâmetros  e transmitia calor para o garoto, fazendo-o suar. Não era certo se a esfera iria durar para sempre, mas ele não podia continuar. O tigre de brasas agora estava livre para atacar a garota, que nada percebia. Ele percebera que as nuvens acima de si estavam formando uma tempestade, grande como era prevista, logo logo ele teria maiores chances de uma batalha justa. Mas tinha que aguentar até lá.

Gustav Lorenzo:
116/116
67/112
Emily Monteiro - Braço esquerdo inerte, sangrando na zona superior do antebraço:
102/132
124/124


Tigre(Elétrico) - Cabeça livre das sombras
80%


Tigre(Flamejante)
100%

Mago
100%



Panic is good, right?— Deimos

#9

Ж Gustav Lorenzo

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Meu plano dá certo. O mago finalmente havia sido colocado em movimento e não era mais um mero espectador. Para ser honesto, eu nunca imaginei que a bola de fogo vinda de um autômato poderia atingi-lo. Eles estavam mais para invocações daquela criatura, e nenhuma invocação pode derrotar seu criador. Já o oposto era bem verdade...

A bola de fogo do autômato fora refletida com grande facilidade pelo mago, que parecia ter ao mesmo tempo lançado um encanto para que ela me perseguisse, e era aí que a segunda parte do show se concentrava. Eu poderia correr e alternar saltos de longa distância, a fim de fazer a esfera de chamas me seguir mais e mais, aumentando consequentemente seu dano acumulado. Era hora de fazer o feitiço se voltar contra o feiticeiro, e eu faria isso focando o alvo que eu queria pegar desde o começo: O Autômato elétrico. Nesse momento, fico feliz ao reparar que o outro cão não estava mais me focando, me deixaria livre para executar a minha ação sem maiores interrupções, e se ele está realmente avançando em Emily, eu poderia pegar os dois ao mesmo tempo.

Eu iria correr e saltar em sua direção, enquanto a bola de chamas me perseguia, e no momento em que ficasse a um metro dele, saltaria com tudo para cima, fazendo com que a grande esfera de fogo perseguidora passasse direto e o atingisse. O elemento elétrico é fraco contra o elemento flamejante, e se tratando de uma mera invocação, aquilo seria o suficiente para eliminá-lo. Pelo menos em minha concepção.

Ainda nas alturas, abuso das capacidades de meu [Anel do Trovão] e materializo um raio com este, e controlo as descargas com [Eletrocinese I] mandando-a em direção ao mago em um ataque direto das alturas.

Tento descer próximo a Emily de preferência, e logo em seguida consumo minha poção de energia[Heróica]. Observo os resultados da ação, sempre com meu escudo Aegis pronto para intimidar qualquer criatura que se aproxime e atento para defender qualquer tipo de ataque.

Habilidade Ativa:

Nível 1 - Eletrocinese I: Você pode controlar pequenas quantidades de eletricidade muito bem, mas não pode produzi-la. O uso desta Habilidade requer 20 pontos de Energia.

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Liderança: Os filhos de Zeus, desde os tempos de escola, são muito bons em manipular as palavras e convencer as pessoas, que quase sempre apelam à seus comandos. O Campista é um exemplo para os outros e pode inspirá-los a fazer o que você quer. (+9 CHA)

Nível 1 - Proteção Elétrica I: Sob qualquer indício de energia elétrica o filho de Zeus obtém cura, e não sofre danos como outros campistas ao ser eletrocutado. Cura 5 pontos de HP e MP por rodada quando exposto a essa eletricidade.

Nível 2 - Antigravidade: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus não se machuque tanto em quedas livres, além de permitir-lhe saltos maiores. (+7 CON)

Nível 11 - Antigravidade [Intermediário]: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus quase não se machuque em quedas livres, além de permitir-lhe saltos ainda maiores. (+8 CON)


Nível 2 - Olhos Nebulosos [Inicial]: Permite ao filho de Zeus enxergar completamente bem durante dias nublados e com chuva fraca.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o Campista treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 3 - Mestre do Clima [Inicial]: Os filhos de Zeus conseguem prever acontecimentos meteorológicos. Por exemplo, as chuvas e mudanças de temperatura.

Descrição de Itens:

Anel do trovão: O anel oferece o raio que o filho de Zeus precisar para efetuar suas habilidades ativas, mas não o regenerará em momento algum. Além disso, anel concede a um nível a mais da passiva "Antigravidade" que o semideus tiver (ou seja se ele tiver a inicial, com esse anel concederá a intermediária). O raio demora quatro rodadas para poder ser invocado novamente.



Última edição por Gustav Lorenzo em Qua 13 Jan 2016 - 18:56, editado 1 vez(es)

#10

Conteúdo patrocinado


#11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 3]

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum