Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Autores nos tópicos

Dom 2 Jul 2017 - 20:55 por Ártemis

Autores nos tópicos

Recentemente adicionei em todos as postagens do tópico de Tutoriais e Guias bem como
o tópico da Biblioteca o nome de quem fez, quem ajudou a fazer, quem editou (boa parte do conteúdo), e quem ajudou com a ideia.

Assim temos uma visão mais clara de pessoas que, apesar de a maioria não saber, ajudaram com o crescimento e evolução do fórum.

Lembrando que todo o conteúdo criado para o fórum é de autoria do mesmo. Todo "direito autoral" que estabelecemos aqui é de Rick Riordan, o criador das séries Percy Jackson e Os Heróis do Olimpo.


Comentários: 0

EVENTO DOUBLE ALEGRIA DE FÉRIAS

Ter 27 Jun 2017 - 14:28 por Selene

Evento Double Alegria de férias



Evento válido do dia 01/07/2017 até 15/07/2017


Férias de Julho chegando e nada melhor do que um evento double pra levantar os ânimos do fórum. Chamem seus amigos e desfrutem do evento
DOUBLE ITENS, EXP e DRACMAS





Comentários: 1

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Arenas » Arena MvP » 

Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 3]

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
Foi uma troca de ataques lucrativa. Para o monstro. Com um dos braços inutilizados, não me restava muita coisa a fazer a não ser pensar em algo, e rápido, se eu quisesse ter alguma chance não apenas de vencer, mas também de sobreviver. Passar pela vergonha de ter de ser salva pelos meus companheiros de chalé era uma coisa que eu não iria permitir. Nenhum deles, até onde sei precisou disso, e eu não estava disposta a ser a primeira.

A coisa mais chamativa após acertar a cabeça do monstro foi que a parte sombria havia desaparecido de seu corpo, deixando apenas a face de um animal comum. Tento afastar a criatura com meu tridente para tentar ganhar tempo e observar o que se passava na arena. Alguns clarões que mais pareciam bolas de fogo não permitiam que eu me concentrasse direito, e isso também era preocupante, pois o filho de Zeus talvez estivesse mais encrencado que eu.

O sangue que escorria de meu braço era um incômodo e dificultaria a firmeza de meus próximos ataques com um tridente pesado como aqueles. Resolvo então mudar de tática, largando a arma verdadeira e usando a habilidade [Princess of Sea] para que um tridente de água se materialize no seu lugar.

Vejamos, o monstro ainda possui propriedades elétricas, mas uma parte de seu corpo se assemelha a de um animal verdadeiro. Essa poderia ser uma chave para me levar a vencê-lo. Ativo minha [Hidrocinese] e tento fazer as gotas de chuva ao redor da criatura se concentrarem como pequenas agulhas que iriam na direção de seus olhos, e em seguida, arremessaria o tridente de água na direção da parte desprovida de sombras do monstro. Se minha intuição estiver certa, a água pode agir como um condutor de eletricidade levando a criatura a levar um choque elétrico diretamente na cabeça, o que acabaria com seus nervos e com ela, consequentemente.

Não deixo de me preocupar com o restante da arena, e fico pronta para me jogar ao chão ao menor sinal de perigo pós arremesso, pois não posso confiar que esteja lutando contra apenas um inimigo, afinal, existem três ao todo e meu sangue pode servir de atrativo para qualquer um deles.

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Hidrofobia: O filho de Poseidon pode optar por não se molhar ao mergulhar na água, bem como qualquer objeto que segurar. Ele também pode respirar em baixo d'água.

Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 de FOR)


Nível 5 - Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento. (+10 em todos os atributos NESSAS CONDIÇÕES)

Habilidades Ativas:


Nivel 1 - Hidrocinese I: O herói controla a água, não muito bem, mas pode controlar mesmo que seja pouco. Pode fazer pequenas agulhas com a água, por exemplo. O uso da habilidade requer 15 pontos de energia.

Nível 5 - Princess of Sea: O Semideus, pode invocar em suas mãos um Tridente[Médio] sólido, feito inteiramente de água que dura por tempo indeterminado nas mãos do usuário, e 1 turno se for disparado ou coisa do tipo. Custa 40 de mp, entra em espera por 4 rodadas.

#11

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
Emily:

A garota agora estava determinada a derrotar o tigre, pena que a explosão havia feito isso por ela. Assim que a garota invocou o tridente de água uma explosão veio, já preparada para algo do gênero ela se joga no chão mais a frente a tempo de não ser pega. O que quer que tenha acontecido, jogou a cabeça do animal nas costas da garota, ela empurrou o item para o lado enquanto se virava, tocando seu cotovelo direito e queimando-o levemente(-6). A cabeça se desfez em fumaça branca assim que a garota o viu, alguns metros dela o corpo do tigre estava ali. Sem uma cabeça, com sangue saindo de sua garganta, movido somente por energia. Era como se o mago o controlasse, embora o corpo estivesse acabado. Ela olhou para o lado e viu Gustav caído com seus braços um tanto queimados, ajoelhado com uma perna e com a outra dobrada, pronta para se levantar. Ele fitava o mago que agora andava em sua direção, porém o cajado, e com a clava frente a seu corpo. O tigre caiu ao chão, morto, se desfazendo em fumaça. Agora o unico inimigo seria o mago.

Gustav:

O garoto não deixava de mostrar aos seus oponentes que era realmente filho do deus do olimpo. Conduzindo a esfera até onde os tigres estavam, Gustav notou que o tigre de brasas veio ao seu encontro com uma investida, a tempo, ele saltou por cima do aglomerado de chamas, percebendo que o tigre havia ativado a explosão que o pegou desprevinido. A esfera explodiu, não uma explosão forte mas o suficiente para pegá-lo e arremessá-lo mais para cima, com queimaduras em seus braços, o que penalizaria seus movimentos. (-35).
O garoto ajoelhou-se ao cair, tentando levantar uma perna, relutando e grunhindo com a dor latejante. O romano olhou para a figura alguns metros a sua frente, vendo que o mago se aproximava com sua clava, estava a passos calmos e contados; à cerca de 18 metros dos semideuses.

Gustav Lorenzo:
81/116
67/112
Emily Monteiro - Braço esquerdo inerte, sangrando na zona superior do antebraço:
96/132
84/124
Mago:
100%



Panic is good, right?— Deimos

#12

Ж Gustav Lorenzo

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Os meus cálculos para o movimento anterior foram tão certos que era difícil acreditar. Os dois cães foram mortos com um grande e poderoso ataque do mago, que agora  era o ultimo adversário dentro da arena.

Para minha infelicidade, minhas pernas foram atingidas por chamas. Eu era capaz de me levantar, mas era claro que minha mobilidade agora estava comprometida. O monstro vinha de longe calmamente, como se não tivesse pressa em nos atingir. Considerando nossas condições, ele estava ~quase~certo em pensar assim. Vejo Emily levantando e seu estado era semelhante ao meu. Seus movimentos de ataque estavam um tanto quanto comprometidos.

Era chegada a hora do embate final. A essa altura, os céus estariam fechados e eu poderia usar minha técnica mais poderosa.Ergo meu escudo Aegis para o céu e ativo Lightning Bolt [Inicial]. Era óbvio que ele estaria pronto para alguma defesa, assim como fez com a bola de fogo, por isso, uma outra ajuda divina seria necessária: Meu ancestral: Baco. No exato momento em que o raio cai sobre meu escudo, ativo [Euforia] a fim de atordoar o monstro. Normalmente, essa habilidade fazia os oponentes atacarem aleatoriamente ou ficarem confusos, mas seu primeiro efeito era sempre o de desestabilizar um inimigo, que tinha a mente afetada repentinamente, e esse pequeno espaço de tempo era o que eu precisava: Que ele ficasse atordoado para que eu apontasse meu escudo em sua direção e atirasse.

Habilidades Ativas:

Nível 1 - Euforia: Pode deixar o oponente levemente bêbado, tonto e tendo ilusões. O uso desta habilidade requer 10 pontos de energia e entrará em espera durante 4 turnos.


Nível 3 - Lightning Bolt [Inicial]: O Campista deverá erguer sua arma aos céus, um raio cairá sobre ele e assim ele deverá apontar a arma para um local ou criatura, o relâmpago que acabou de atingi-lo atingirá o alvo, neste nível essa Habilidade só pode ser usada em meio a tempestades. O uso desta Habilidade requer 25 pontos de energia.

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Liderança: Os filhos de Zeus, desde os tempos de escola, são muito bons em manipular as palavras e convencer as pessoas, que quase sempre apelam à seus comandos. O Campista é um exemplo para os outros e pode inspirá-los a fazer o que você quer. (+9 CHA)

Nível 1 - Proteção Elétrica I: Sob qualquer indício de energia elétrica o filho de Zeus obtém cura, e não sofre danos como outros campistas ao ser eletrocutado. Cura 5 pontos de HP e MP por rodada quando exposto a essa eletricidade.

Nível 2 - Antigravidade: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus não se machuque tanto em quedas livres, além de permitir-lhe saltos maiores. (+7 CON)

Nível 11 - Antigravidade [Intermediário]: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus quase não se machuque em quedas livres, além de permitir-lhe saltos ainda maiores. (+8 CON)


Nível 2 - Olhos Nebulosos [Inicial]: Permite ao filho de Zeus enxergar completamente bem durante dias nublados e com chuva fraca.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o Campista treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 3 - Mestre do Clima [Inicial]: Os filhos de Zeus conseguem prever acontecimentos meteorológicos. Por exemplo, as chuvas e mudanças de temperatura.

#13

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
Não tive tempo de colocar meu plano em prática. Um clarão enorme se aproximou tão rápido que me vi obrigada a abortar minha ação e me jogar ao chão imediatamente. Depois de algum tempo, me levanto e vejo, incrédula, que os cães haviam desaparecido quase que completamente. Apenas um corpo jogado ao chão da arena, sem cabeça.

Tento buscar na arquibancada alguma resposta para o que ocorria, mas meus irmãos e irmãs também pareciam boquiabertos e incrédulos com o que aconteceu. Restava-me deixar para perguntar depois, caso conseguisse sobreviver e vencer a batalha.

Eu ainda estava com meu tridente d’água em minha mão, já que não o arremessei, e tento me colocar de pé usando-o como um suporte. Imediatamente me coloco a observar o campo de batalha. Gus estava de pé com dificuldade, com as pernas chamuscadas, provavelmente pelo efeito da explosão, ao passo que o mago estava caminhando lentamente em nossa direção.

Imediatamente começo a elaborar algum plano de distração para a criatura. Uso minha [Hidrocinese] para fazer as gotas d’água ao redor do monstro o atacarem em direção aos olhos. Aquilo poderia não ser muita coisa, mas eu precisava ganhar algum tempo, para quem sabe, analisar a criatura, que parecia um tanto implacável.

Vou na direção de Gus para que possamos traçar algum plano logo após manipular a água. A distância entre nós era aparentemente menor que a do monstro, então, talvez possamos planejar algo para uma futura ação conjunta.

Habilidade Ativa:

Nivel 1 - Hidrocinese I: O herói controla a água, não muito bem, mas pode controlar mesmo que seja pouco. Pode fazer pequenas agulhas com a água, por exemplo. O uso da habilidade requer 15 pontos de energia.

#14

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
A tempestade havia chegado e com fúria, os raios castigavam o céu, não apenas pela habilidade utilizada pelo romano, mas também pelo clima do acampamento que também havia requisitado. Era como se mais alguém quisesse ver como eles se sairiam. Emily era esperta e sabia que precisava prestar suporte ao filho de Júpiter. O garoto estende o escudo aos céus e um raio cai nele, mantendo-se lá. Assim que isso acontece, Gustav deixa o mago eufórico com a habilidade herdada de seu avô, o oponente para seu avanço e cai ao chão com a tontura, com as palmas da mão abertas no chão. O cajado então re-aparece quase que instantaneamente do solo. O garoto atira o raio que então acerta algo sólido, mostrando ser uma parede de raios de dois metros de largura a frente do mago. Uma barreira elemental, um último trunfo. A eletricidade contida lá então se desfaz com o vento, enquanto a chuva dançava acima deles. Gustav percebe que o mago esfregava os olhos, não só pela tontura, mas como se algo o atrapalhasse. Ele grunhia levemente e acertava com sua arma o nada em um arco a sua frente, com medo de que algo se aproximasse.

O garoto olhou para trás e deduziu que Emily havia controlado parte da chuva para afetar seu campo de visão. A garota se junta a ele e eles começam a debater frases pequenas e rápidas sobre o que fazer. Atentos ao inimigo, ele ainda parecia tonto e seus olhos estavam levemente vermelhos pela água que havia caído. Fitando os campistas. O cajado a sua frente se racha com o barulho de galhos quebrando e se desfaz em pó, o que significava que agora, ele só era mais um guerreiro. O mago se levantou cambaleante, tentando manter-se, lutando contra as ilusões e a visão turva. Ele não estava inutilizado ainda. E não se deixaria ser derrotado facilmente.

Gustav Lorenzo:
81/116

32/112

Emily Monteiro - Braço esquerdo inerte, sangrando na zona superior do antebraço:

96/132
69/124


Guerreiro:
100%



Panic is good, right?— Deimos

#15

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
A batalha havia passado pelo seu clímax, com toda certeza. A grande explosão de chamas havia causado um grande impacto na arena. Como se isso não bastasse, a cena seguinte, onde o filho de Zeus dispara um poderoso raio e este é defendido pelo mago ao custo de seu cajado foi de impressionar. Mas eu sabia que as coisas estariam longe do fim, e que Gus, provavelmente estava beirando o limite.

Pego do chão meu tridente e, ao chegar onde ele estava, o parabenizo pelo grande trunfo. De fato, os filhos de Zeus são detentores de um poder descomunal e ele provavelmente estava em um nível de luta maior que o meu. O clima da arena, a forma como ele conduziu a batalha até então e o raio que ele manipulou eram as provas concretas disso. Mas agora era minha vez de assumir.

Dou a ele uma poção de energia[Heróica] e consumo a água de minha [Concha de Nautilus], que tinha certas capacidades curativas. Eu esperava que pelo menos meu braço ficasse melhor, me dando alguma mobilidade para um combate direto contra a criatura, que agora parecia apenas um guerreiro, desses que estou acostumada a enfrentar. Era como se o cenário da batalha mudasse, e ficasse mais favorável a mim, diferente de antes.

Começo a caminhar encarando o monstro com uma profunda expressão de determinação. Eu o venceria. Eu tinha que vencê-lo. Pelo meu orgulho como filha do deus do mar, pelos meus irmãos que me assistiam e pelo meu aliado que já havia feito demais.

Seguro o tridente apontando suas lâminas na direção de meu adversário, numa expectativa de intimidá-lo. Sua arma, uma clava, era algo mais robusto e bárbaro, o que me leva a deduzir que ele tenha uma força física razoável. Porém, se eu admitir que ele até agora agia como um simples mago, passo a ter a esperança que ele esteja um tanto enferrujado no que diz respeito a combates diretos, mas como se tratava de mera suposição, não deixaria a guarda aberta em nenhum momento.

Quando estivesse a 5 metros dele, avançaria numa arrancada, tentando efetuar estocadas com o máximo de velocidade e força que minha condição permitir, sempre atenta principalmente à sua mão, que segurava a clava, pois num momento oportuno eu tentaria atingir aquela região a fim de feri-la ou inutilizá-la, para buscar ainda mais equilíbrio no combate. Se for preciso, volto a usar Hidrocinese para moldar mais agulhas d’água para tentar causar uma distação.

Passiva a Considerar:


Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 de FOR)


Nível 5 - Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento. (+10 em todos os atributos NESSAS CONDIÇÕES)

Habilidades Ativas:


Nivel 1 - Hidrocinese I: O herói controla a água, não muito bem, mas pode controlar mesmo que seja pouco. Pode fazer pequenas agulhas com a água, por exemplo. O uso da habilidade requer 15 pontos de energia.

#16

Ж Gustav Lorenzo

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Eu admito: Estava esgotado. Eu estava tão ansioso em usar meus poderes como filho de Júpiter, que acabei não medindo as consequências disso. O resultado não podia ser outro: além de ferido eu me sentia exausto. O mago se mostrou muito superior às minhas expectativas e conseguiu se defender do ataque que eu havia planejado desde o começo do embate. A minha situação seria crítica.

Seria. Isso porque eu me preocupei tanto em manipular o combate ao meu favor que acabei esquecendo que uma semideusa excepcional estava lutando o tempo todo. Infelizmente não do meu lado porque não tivemos esse espaço, e eu não havia sequer tentado criar uma oportunidade para isso. Estava tão empolgado com minhas próprias habilidades que esqueci que aquela era uma batalha em grupo.

Porém, Emily parecia estar muito acima daquilo. A filha de Netuno parecia serena e tranquila. Gentilmente me oferece uma de suas poções de energia e parecia determinada a assumir o combate. Diferente de mim, ela já tinha experiência com os poderes de seu progenitor, e eu já tinha noção disso, pois vi isso no último combate, quando eu ainda era um indefinido.

Resolvo tentar recuar um pouco. A garota parecia emanar uma aura de imponência muito grande apesar de seu gesto ser simples e singelo. Para ser honesto, me senti intimidado e por um momento, senti inveja daqueles que assistiam nas arquibancadas, pois eles tem uma irmã simplesmente foda.

Bebo a poção que ela me entrega e resolvo ainda, tentar prestar algum suporte a ela. Era o mínimo que eu poderia fazer para retribuir sua gentileza. Fico sentado encostado em um dos muros e me concentro no inimigo. Me concentro nas correntes de ar em volta do inimigo. Minha [Aerocinese] ainda era fraca, mas poderia servir para distrair a criatura e dar uma abertura à filha de Netuno.

Faria algumas agulhas de Ar comprimido se formarem e as arremessaria diretamente sobre as costas e cabeça do oponente. Aquilo não iria causar dano, mas o simples fato de incomodar e fazê-lo perder alguns segundos de concentração eram o suficiente. Emily certamente tomaria conta do resto.

Habilidade Ativa:

Nível 3 - Aerocinese [Inicial]: O ar é, desde a divisão dos 3 grandes poderes, o território de Zeus. Seus filhos conseguem, então, manipular este elemento de acordo com sua vontade. Neste nível podem fazer pequenos feitos com o ar; correntes de ar, erguer objetos, pequenas agulhas de ar comprimido, etc. Consome 15 de Energia.

Passivas a Considerar:

Nível 1 - Liderança: Os filhos de Zeus, desde os tempos de escola, são muito bons em manipular as palavras e convencer as pessoas, que quase sempre apelam à seus comandos. O Campista é um exemplo para os outros e pode inspirá-los a fazer o que você quer. (+9 CHA)

Nível 1 - Proteção Elétrica I: Sob qualquer indício de energia elétrica o filho de Zeus obtém cura, e não sofre danos como outros campistas ao ser eletrocutado. Cura 5 pontos de HP e MP por rodada quando exposto a essa eletricidade.

Nível 2 - Antigravidade: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus não se machuque tanto em quedas livres, além de permitir-lhe saltos maiores. (+7 CON)

Nível 11 - Antigravidade [Intermediário]: Os céus conspiram a favor do filho de Zeus, puxando-o para si, garantindo assim que o filho de Zeus quase não se machuque em quedas livres, além de permitir-lhe saltos ainda maiores. (+8 CON)


Nível 2 - Olhos Nebulosos [Inicial]: Permite ao filho de Zeus enxergar completamente bem durante dias nublados e com chuva fraca.

Nível 3 - Perícia com Espadas [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com espadas. Permite que o Campista treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)

Nível 3 - Mestre do Clima [Inicial]: Os filhos de Zeus conseguem prever acontecimentos meteorológicos. Por exemplo, as chuvas e mudanças de temperatura.

#17

Deimos

avatar
Deus Menor
Deus Menor
Ver perfil do usuário
A filha do mar realmente era astuta e se sentia mais confiante agora com o combate físico. Sentia seu braço voltar e o sangramento estancar, a ferida não havia se fechado totalmente mas era o suficiente para batalhar. Utilizando seu tridente, ela começa uma série de estocadas que o mago desvia com uma agilidade incrível. A garota tinha razão, ele podia ser forte, mas estava um tanto enferrujado. Vendo uma brecha, aberta por algo formado e no ar e acertados no alvo, ela acerta um golpe no braço esquerdo dele, fazendo-o gemer com a dor. Ela recua retirando as pontas da arma e agradecendo mentalmente a Gustav, sabia que ele havia a ajudado. O mago então atira sua arma, acertando uma das pernas da garota , fazendo-a se agachar. As pontas não haviam se cravado de forma tão profunda, a garota retira a arma, também pelo pânico, fora o suficiente para o sangue descer (-20). A arma do mago estava no chão, ele tinha recuperado o fôlego e recuado alguns metros. Só tinha as mãos, ele dobrara os joelhos e colocara os punhos a frente do rosto, agora atento no ar. Os garotos tentaram não rir, sabendo que ele não conseguiria lutar contra o ar, a chuva e Emily ao mesmo tempo. O chalé se mobilizava segurando os braços e as pernas de Will, que tentava se soltar gritando e berrando com a voz coberta de preocupação. "ME SOLTA! ME SOLTA! EMILY!".

Gustav Lorenzo:
81/116

67/112

Emily Monteiro - Braço esquerdo inerte, sangrando na zona superior do antebraço:

101/132
94/124
25

Guerreiro:
80%



Panic is good, right?— Deimos

#18

Ж Gustav Lorenzo

avatar
Filho(a) de Júpiter
Filho(a) de Júpiter
Ver perfil do usuário
Continuo observando a batalha da filha de Netuno quando duas coisas em especial me chamam a atenção. Aquele monstro era bem... Versátil ou ele enlouqueceu? Ele antes se mostrou um claro e poderoso usuário de magia, depois um guerreiro armado e agora queria lutar corpo a corpo? Se eu não estivesse morto de cansado e com alguns ferimentos nas pernas eu certamente iria debochar, mas acho melhor deixar que Emily cuide dele.

A segunda coisa que me chama a atenção é a figura de um garoto, de no máximo 14 anos gritando pelo nome e Emily e sendo segurado por outros semideuses por lá. Deduzo que ele seja alguém próximo da garota e, como fui para perto das arquibancadas, tento acalmá-lo, dizendo o que ele provavelmente já sabe, mas que acabou sendo esquecido devido a sua preocupação natural com a irmã:

- Emily é uma das semideusas mais corajosas e determinadas que conhecemos. Dê um crédito a ela, vai se sair bem.

Tomo a poção de energia que ela me deu vide terceiro parágrafo dela no post anterior e o quinto meu também do post anterior e me preparo para o que na minha cabeça, poderia ser o ato final da batalha.

Concentro-me nos poderes de Júpiter e Baco, aqueles de quem eu herdei meus poderes e habilidades e faço uma combinação de [Videiras] e [Aerocinese], na expectativa de prender as pernas do inimigo e atingi-lo com mais agulhas de ar comprimido. Dessa vez a brecha a ser explorada deveria ser maior, porque Emily sabia que eu estava ali para ajudá-la, e agora, para acalmar seu irmão mais novo. Que

- O resto é com a filha de Netuno. Tenho certeza de que ela não vai nos decepcionar.

Habilidade Ativa:

Nível 3 - Videiras [Inicial]: Pode fazer alguns truques com a videira, como fazê-las nascerem, como consequência, pode ser capaz de fazer seus inimigos tropeçarem ou então atrapalhar seus ataques. A videira produzirá 5 cachos de uva a cada 3 turnos. O uso desta habilidade requer 25 pontos de energia e entrará em espera por 4 rodadas.

Nível 3 - Aerocinese [Inicial]: O ar é, desde a divisão dos 3 grandes poderes, o território de Zeus. Seus filhos conseguem, então, manipular este elemento de acordo com sua vontade. Neste nível podem fazer pequenos feitos com o ar; correntes de ar, erguer objetos, pequenas agulhas de ar comprimido, etc. Consome 15 de Energia.

#19

Emily Monteiro

avatar
Filho(a) de Poseidon
Filho(a) de Poseidon
Ver perfil do usuário
Para minha sorte, a concha de Nautilus foi útil na recuperação de meu braço ferido. Se eu não tivesse usado esse item antes, eu certamente teria perdido a batalha no momento em que minha perna também é atingida pela clava da criatura. Apesar da perna ferida, eu ainda tinha os dois braços utilizáveis para o combate e meu tridente poderia servir de suporte por algum tempo.

Ao me manter de pé, ouço a voz de Will com certo tom de desespero. O que eu mais queria era olhar nos olhos dele e pedir que ele se acalme e confie em mim, mas não posso tirar os olhos de meu oponente, porque se eu o fizesse, provavelmente não poderia voltar a olhar para ele e para mais ninguém. Eu conversaria com meu irmão caçula e superprotetor mais tarde.

Andar e correr não eram opções viáveis. Com uma perna sangrando, isso só faria os ferimentos se agravarem e daria apenas mais trabalho aos filhos de Apolo caso eu conseguisse chegar até a enfermaria. Eu vou esperar que ele venha e tentarei levar essa batalha ao fim em um único movimento.

Ele estava disposto a lutar de mãos nuas e eu, apesar de ter uma forte vontade de rir, me mantenho atenta. Eram aquelas mesmas mãos e braços que estavam suportando a clava que foi jogada com uma força considerável em minha direção. Ser atingida por elas não parecia nada saudável.

Minha ação seria um contra-ataque. Esperaria que ele viesse e giraria o tridente de modo que as lâminas dele ficassem voltadas ao oponente, e no momento mais oportuno tentaria dar uma falsa estocada para tentar fazê-lo recuar. Independente de conseguir fazê-lo ou não, faria algumas gotas d’água se moldarem em forma de agulhas com minha [Hidrocinese], mandando-as para dentro de seus ouvidos para tirar seus braços de meu caminho e eu finalmente possa arremessar meu tridente em direção ao seu peito ou qualquer parte que venha a ser promissora a ponto de gerar um golpe crítico ou fatal.

Passiva a Considerar:


Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 de FOR)


Nível 5 - Tridente: Possuindo um tridente, o filho de Poseidon tem seus poderes sobre a água aumentados, melhorando todos os poderes baseados neste elemento. (+10 em todos os atributos NESSAS CONDIÇÕES)

Habilidades Ativas:


Nivel 1 - Hidrocinese I: O herói controla a água, não muito bem, mas pode controlar mesmo que seja pouco. Pode fazer pequenas agulhas com a água, por exemplo. O uso da habilidade requer 15 pontos de energia.

#20

Conteúdo patrocinado


#21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 3]

Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum