Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Evento de Recompensas por narrações

Seg 9 Jan 2017 - 23:27 por Quíron

Olá Deuses!

Muitos de nós (Deuses) nos matamos de narrar para os campistas e acabamos não tendo tempo para os nossos próprios personagens. Pensando nisso resolvi criar um sistema de recompensas para as narrações que os Deuses narrarem para os outros campistas.

Todas as narrações que o Deus narrar vai ser avaliada e receberá uma quantidade de xp equivalente a qualidade e o tamanho da narração. Todos os Deuses estão participando desse evento, seja Olimpiano ou Menor.

Toda vez que terminar uma narração você deverá me mandar por mp o link da narração e pedir para que os campistas que participaram também mande mp para mim falando um pouco da narração e dando uma nota …


Comentários: 0

Narração via Skype

Dom 8 Jan 2017 - 21:35 por Quíron

Olá Campistas!!!

Venho trazer para vocês hoje uma narração um "pouco" diferente da original, uma narração via Skype! Sim, isso mesmo.

Todos nós sabemos que a maioria das pessoas não conseguem mais jogar no fórum por conta do tempo, muitos estudam e trabalham e isso impossibilita com que eles consigam postar. Pensando nisso eu resolvi fazer um teste de uma narração pelo Skype.

Peço para que todos postem suas opiniões aqui nesse tópico sobre esse tipo de narração e se elas devem continuar.

narração via skype - Dani e Wel.wav

Comentários: 0

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Arenas » Arena MvP » 

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

MvP Comum| Tales Sebastian e Harry Owen

por Dionísio em Qui 14 Jan 2016 - 18:42

Dionísio

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Thales passara uma temporada inteira dormindo, seus amigos diziam que era mais comum ele viver em um sonho a que sua própia vida, ele dormia muito. Seus sonhos eram cercados de coisas boas e ruins, como na vez que ele sonhou que estava em uma fábrica de chocolate e na outra vez em que ele sonhou que estava caindo no tártaro. Thales abriu seus olhos no final da tarde, quando a noite caia. Ele viu seus irmãos saírem do chalé, ele se questionou para onde eles iriam. Seu sono havia passado e ele provavelmente não voltaria a sonhar que estava pescando na Inglaterra, então ele seguiu seus irmãos.
As proles de Hypnos não andavam rápido, Thales se perguntou como estavam as coisas já que ele mal saia para jantar e comer. Um dos seus irmãos se encostou num tronco de árvore e dormiu. Thales sorriu silenciosamente.

Thales parou para observar o local em seu redor, as colinas estavam mais bonitas que já eram e os chalés haviam ficado todos de uma cor só: laranja. Thales se perguntou o motivo mas quando prestou atenção de volta aos seus irmãos viu uma porta vermelha bem na frente dele, todos entravam, ele não hesitou.

Sebastian estava em uma arena de mármore polido branco, aquilo era estonteante. As arquibancadas eram feitas de cadeiras de algum material precioso e no centro havia uma jóia vermelha gigante girando no chão de mármore negro.

Quando Sebastian se questionou onde estava seus irmãos ele os viu nas arquibancadas, e na joia quatro elfos magos haviam saído, se teletransportaram. ''O que diabos está acontecendo, Quíron ta promovendo jogos e ninguém me contou'' pensou Thales Sebastian. Cada elfo estava em uma direção: norte, sul, leste e oeste.
Os elfos magos começaram a praticar a magia, criando quatro lanças e duas esferas explosivas, as apontando para a prole de Hypnos.


Elfo¹: 100%
Elfo²: 100%
Elfo³: 100%
Elfo£: 100%



Última edição por Dionísio em Sex 15 Jan 2016 - 21:06, editado 1 vez(es)



Vamos lá amigo, tome um pouco do meu vinho! Afinal, vinho é mais barato que terapia ...
#1

Thales Sebastian

avatar
Filho(a) de Hypnos
Filho(a) de Hypnos
Ver perfil do usuário
O mundo dos sonhos era simplesmente maravilhoso. Podia controlar meus sonhos, não tão bem quanto meus irmãos, e não diretamente, mas tinha uma base de como minha mente funcionava, moldando um mundo inteiro. Podia viajar pelo mundo, passear com a rainha Elizabeth ou até bater um golf com Barack Obama. Uma coisa mais engraçada e divertida que a outra... Mas nem sempre funcionava, nem sempre eram sonhos. Meus pesadelos sempre me afetavam psicologicamente. Uma queda no tártaro, um grito de socorro, o caos eminente e uma guerra prestes a estourar. Sempre um pior do que o outro, viam com mais e mais frequência, até eu ter que implorar para entrar acordar. O pior era que me recordava de tudo, cada segundo de meus pesadelos, estava marcado na minha pele, como uma cicatriz. Essa era a minha maldição. Abri meus olhos encontrando a visão do teto do chalé, meus olhos estavam inchados, pelo sono que nunca havia cessado provavelmente. Há quanto tempo estava dormindo? Meses? Não sabia, e nem ligava. Gostava bastante da ideia de viver uma vida inteira dormindo. Pisquei tentando espantar o sono, tinha de me atualizar um pouco, sair mundo a fora com o Kross procurando aventuras. Levantei-me colocando os pés no chão gélido. Vi sombras se moverem na frente da minha cama, meus irmãos, andando no meio da noite. Filhos de Hypnos sonâmbulos andando pelo acampamento... Não podia imaginar um caos maior. Nosso poder é aumentado quando estamos nos sonhos, fato que havia descoberto a algum tempo no mundo real. Mas, para onde eles iriam?

Sorri com a ideia de seguí-los e resolvi fazê-lo. Me estiquei para pegar meu elmo debaixo do beliche, caindo no chão com um batido que graças aos deuses não os acordou de supetão. [...]


Pensando melhor agora, minha vontade de adormecer havia passado, mesmo que Morpheu continuasse a me chamar para um sonho, não sentia vontade de fazê-lo. Era quase que um feito divino, sentia-me ativo, estranho de certa forma. Isso me assustava, felizmente tanto quanto me empolgava. Eles eram lentos, bastante lentos, estiquei meu pescoço para a direita tentando olhar melhor para eles. Percebi que não estavam dormindo, andavam por conta própria, exceto um dos meus irmãos mais velhos que encostou em um tronco de árvores e caiu no sono. O que me fez dar um sorriso leve e silencioso, com o que ele iria sonhar? Estava contente que eles não causariam tanto alvoroço por aí, mas a tentação de continuar os seguindo não desaparecia.


Parei um pouco de fitar os outros semideuses, olhando ao redor, vendo o que havia mudado enquanto aquecia meu corpo esticando os membros. As colinas estavam mais velhas e os chalés todos pintados de laranja. Alguma estação do ano nova? Ou alguma ideia louca do nosso coordenador Dionísio. Pensando melhor nele, ficar um século cuidando da gente deveria ser uma tarefa entediante. Talvez todos sejam um pouco incompreensivos com ele. Estava cada vez mais com medo do tempo que havia perdido no sono, não eram anos pelo estado do meu corpo, mas algo estava cutucando minhas costas. Um medo insano e idiota. Notei uma cor vermelha pelo canto do olho e logo me girei, vendo que uma porta se projetava a minha frente. Meus irmãos entravam nela, algo naquele lugar os chamava,milhões de perguntas viam a minha mente, mas a única que tive a coragem de sussurrar foi "por quê eu não?". Sem hesitar entrei no lugar em que a porta levava percebendo que era um coliseu, aparentemente bem diferente do que lembrava. Agora rra de mármore polido branco, uma vista coberta de esplendor, estonteante na verdade. As cadeiras da arquibancadas pareciam ser chiques, de um material precioso. Algo estava errado ali, senti um formigamento na nuca enquanto cerrava o punho em torno do cabo da espada. Fitei aquela o centro, onde uma joia vermelha gigante girava no chão de mármore negro. Um artefato interessante e provavelmente bem significativo.


- Onde diabos eles estão - Sussurrei com a voz cansada. Estudando melhor a arquibancada, os encontrei, assistindo tudo como se estivessem na plateia de um reality show. "Vai sobrar pra..." Pensei sendo interrompido pelo salto dos elfos, que logo desapareceram. Era confuso, muito confuso. E isso me deixava nervoso.
''O que diabos está acontecendo, Quíron ta promovendo jogos e ninguém me contou'' pensei enquanto procurava as criatura. Encontrando-os em uma formação sinistra, nos quatro pontos do lugar com armas apontadas para mim. Eu fora trazido ali, por meus irmãos, para batalhar. Estava na cara que eles me conheciam bem. Iria então botar a cabeça para pensar.


Quatro oponentes, quatro lanças, um de cada direção. Duas esferas explosivas. E um alvo, o local de acerto era previsível, mas eram muitos ataques ao mesmo tempo.


Não podia ficar parado, iria correr em direção do elfo que não estivesse preparando uma esfera em minha direção. No caso, teria duas opções. Iria então estar atento na lança dele, o ataque das lanças provavelmente seriam sincronizados, assim teriam uma melhor chance de acerto. Tonando conhecimento disso, logo iria saltar para o lado oposto ao golpe, girando meu corpo para ver as outras direções, assim saltando para não ser acertado pelas outras lanças e recuando para sair da zona das esferas. Contando com meus reflexos naturais de semideus para ver pelo canto do olho algum ataque direcionado para mim, visando nessa rodada me aproximar de um dos elfos e me manter vivo para com os ataques.


Se desse certo, a esfera passaria direto em direção a um dos elfos, isso se a esfera explodisse com o toque e não com um tempo após ser lançada. Tentaria aguçar meus sentidos ao máximo para lidar com os 6 ataques ao mesmo tempo, seria difícil, de um nível que não sabia se conseguiria sozinho. Mas tudo que me restava era tentar.
[/font]

Itens:
Equipamento:

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Flauta
__________________
Acessórios:

- Relógio de Bolso[Prata] *

__________________
Passivas:


Nível 1 - Flauta do Sono: Sempre que estiver em posse de uma Flauta e usa-la para ativar suas Habilidades, estas serão maximizadas.

Nível 1 - Regeneração Sonífera [Inicial]: O Campista restaurara 10 pontos de vida e energia por turno enquanto estiver dormindo. Todos aqueles que dormirem perto do Campista receberão a metade desses pontos em vida e energia.

Nível 1 - Aura do Sono [Inicial]: O Filho de Hypnos está sempre dormindo ou com muito sono, mas não cansado. Seu sono é tanto que todo aquele que estiver por perto também se sentirá sonolento, ficando com os movimentos brevemente prejudicados dependendo de quanto sono o Campista estiver (Entre -3 e -8 de AGI). A aura do sono não prejudica os movimentos do Filho do Deus do Sono. (+10 WIS)

Nível 2 - Força Onírica [Inicial]: O Filho de Hypnos, enquanto estiver dentro de Sonhos, tem suas forças aumentadas (+25 FOR e AGI nessas condições).

Nível 3 - Pericia com Sonhos [Inicial]: Quando estiver nos Sonhos o Filho de Hypnos terá pericia Inicial com qualquer tipo de arma. (+5 com o atributo correspondente à arma nessas condições)



Spoiler:

"In my Dreams, you're just a nightmare, and I'm the Hunter of Nightmares"
#2

Dionísio

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
 As coisas se intensificam ao passar dos segundos, os elfos concentram sua magia e Thales percebe que os seus oponentes estavam prestes a lançar seus truques. Primeiro duas lanças são jogadas na direção de Thales, que é surpreendido pelo norte e sul - posições de onde vem as lanças. Ele acaba saltando para o leste. O promissor filho de Hypnos verifica seu corpo e localiza um corte em seu braço, graças ao deuses o peitoral havia o protegido de um acerto crítico.
Quando voltou suas atenções para os outros dois elfos ele percebeu que as esferas haviam sido jogadas, ele se preparou para um rolamento evacuativo, mas o tempo parou.
— Com o que diabos eu estou lidando? — disse Sebastian paralisado.

Ele estava paralisado em um rolamento, quando olhou para as esferas percebeu que pedaços de vidro se espalhavam no ar, elas haviam explodido com o parar do tempo como se o tempo as tivesse abatido. A joia que girava no centro e novamente a preciosidade abriu-se revelando algo: um campista. Ele era um garoto de pele não muito clara, Thales logo o observou e logo percebeu que provavelmente se tratava de uma cria de Hefesto.
— Por Nova Roma! Sério que cheguei atrasado?  — disse ele após sair de dentro da joia.

Tratava-se de um romano, o tempo voltou ao normal. Os elfos do norte e leste se viraram contra Harry logo criando duas esferas explosivas e as jogando contra ele.
E Thales viu os elfos sul e oeste avançarem contra ele, criando um paredão de vento.


Elfo¹: 100%
Elfo²: 100%
Elfo³: 100%
Elfo£: 100%



Vamos lá amigo, tome um pouco do meu vinho! Afinal, vinho é mais barato que terapia ...
#3

Thales Sebastian

avatar
Filho(a) de Hypnos
Filho(a) de Hypnos
Ver perfil do usuário
O tempo parou de repente quando as esferas foram arremessadas em minha direção, meu braço estava cortado, graças a meu peitoral não tinha sido derrotado pelas lanças. Sentia-me fraco perante os quatro, não conseguiria lutar com eles desse jeito. Foi aí que as esferas explodiram, como se o proprio tempo tivesse aa acionado sem elas terem chegado a mim. "Com o que diabos eu estou lidando?" - Pensei confuso, eles eram poderosos, talvez bem mais do que eu poderia lidar sem a ajuda dos amigos fortes que conhecia. Foi aí que vi a joia girar, liberando um campista. Um amigo. Tinha o físico de um filho de Hefesto, mas eu sabia que ele era romano, um legionário companheiro de batalhas. O tempo logo voltou quando terminei meu rolamento, vendo que os elfos do oeste e sul avançavam contra mim, criando um paredão de vento. Mesmo com o braço machucado, poderia lutar.
Levantaria meu braço mostrando meu relógio para o elfo do oeste, e ativando seu efeito, fazendo-o dormir por ter contato visual com ele. Caso por algum acaso ele evite o contato visual, ainda assim se sentirá sonolento. Logo levaria a flauta a minha boca, começando uma melodia para fazer o elfo do sul adormecer.


Mantendo distância de ambos e me aproximando do primeiro que adormecesse, esquivando-me com saltos ou giros, evitando ao máximo interromper a melodia. Visando ter meus dois oponentes adormecidos. Caso conseguisse, iria ir em direção ao do oeste, ordenando que este não caia ao chão, seria o suficiente para ele acordar julgando o efeito do relógio. Esperando que a barreira se desfizesse por ele estar dormindo, fincaria minha espada no do oeste assim que me aproximasse, em sua cabeça ou nuca, puxando a lâmina para baixo buscando garantir a morte dele. Aguardando para fazer o mesmo com o outro.


Esquivando-me sempre em caso de falhas, aproveitando minha agilidade natural e o estado de sonolência dos elfos mágicos. Procurando atacar fatalmente o primeiro que adormecesse.


Nível 1 - Hipnose [Inicial]: Ao utilizar sua Flauta, o Filho de Hypnos consegue hipnotizar um alvo que esteja dormindo, o oponente fará algumas coisas que forem ordenas. Ordens que atentem contra a vida do mesmo ou dos seus companheiros não serão aceitas.  O uso da Habilidade requer 30 pontos de energia.[size=31](Requer 1 WIS)[/size]


Nível 2 - Bom Sonhos [Inicial]: Ao utilizar sua Flauta, o Filho de Hypnos consegue deixar seu inimigo em estado de sonolência. Caso o contato não for cancelado, o adversário cairá dormindo. O uso da Habilidade requer 30 pontos de energia.[size=31] (Requer 2 WIS)[/size]

* Relógio de Bolso[Prata]: Consegue induzir um estado de sono no oponente, ocasionando em o alvo dormir, se o mesmo tiver contato visual com o relógio. Demora 1 turno para fazer efeito, e só pode ser usado uma vez por narração. Qualquer movimento brusco no oponente ele acorda.
Itens:

Equipamento:

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Flauta
__________________
Acessórios:

- Relógio de Bolso[Prata] *

Passivas:

Nível 1 - Flauta do Sono: Sempre que estiver em posse de uma Flauta e usa-la para ativar suas Habilidades, estas serão maximizadas. 

Nível 1 - Regeneração Sonífera [Inicial]: O Campista restaurara 10 pontos de vida e energia por turno enquanto estiver dormindo. Todos aqueles que dormirem perto do Campista receberão a metade desses pontos em vida e energia. 

Nível 1 - Aura do Sono [Inicial]: O Filho de Hypnos está sempre dormindo ou com muito sono, mas não cansado. Seu sono é tanto que todo aquele que estiver por perto também se sentirá sonolento, ficando com os movimentos brevemente prejudicados dependendo de quanto sono o Campista estiver[size=31] (Entre -3 e -8 de AGI)[/size]. A aura do sono não prejudica os movimentos do Filho do Deus do Sono.[size=31] (+10 WIS)[/size]

Nível 2 - Força Onírica [Inicial]: O Filho de Hypnos, enquanto estiver dentro de Sonhos, tem suas forças aumentadas[size=31] (+25 FOR e AGI nessas condições).[/size]

Nível 3 - Pericia com Sonhos [Inicial]: Quando estiver nos Sonhos o Filho de Hypnos terá pericia Inicial com qualquer tipo de arma.[size=31] (+5 com o atributo correspondente à arma nessas condições)[/size]

Nível 4 - Visão de Érebo: Hypnos residia no Érebo, a terra da escuridão eterna, além dos portões do sol nascente, de onde se ergue a cada noite no cortejo de sua mãe Nix. Neste nível, os Campistas, Filhos do Deus, conseguirão enxergar na total falta de luz.



Spoiler:

"In my Dreams, you're just a nightmare, and I'm the Hunter of Nightmares"
#4

Harry Owen

avatar
Filho(a) de Vulcano
Filho(a) de Vulcano
Ver perfil do usuário
Saí da joia, olhando para o ambiente ao redor, um tanto frustrado por ter me atrasado para o evento, olhando bem para os monstros percebia que ainda não perdera a diversão.
- Por roma, sério que cheguei atrasado? - Perguntei em voz alta, vendo que Thales estava rolando para desviar de alguns monstros, tinha conhecido o garoto em uma batalha contra fúrias. Algo que me rendeu certa experiência em batalhas. Dei um sorriso de escárnio e então me preparei para uma luta das boas. Havia dias que esperava para treinar. Passara a maior parte do tempo nas forjas, dando suporte aos meus irmãos e companheiros de coorte. Estudando mais sobre materiais e sobre ataques bárbaros, no qual eu percebi que tinha certa aptidão. Havia também aprendido a controlar parte do poder que havia herdado da minha avó, magia. Era incrível de certa forma, me sentia cada vez mais poderoso e esperava que Thales também estivesse. Meu tigre havia me seguido como sempre, saltando para meu lado. Era um bom companheiro, ágil como um tigre de verdade, apesar de pesado. Gostava bastante dele, um presente natalino perfeito. Subi em cima dele e logo vi que duas esferas eram lançadas contra mim, aparentemente explosivas. Sorri e ordenei para meu tigre que se direcionasse para o sul, onde não havia esfera sabia que uma batalha se travava lá mas tinha de ir para alguma direção. Não me aproximaria demais, meu objetivo era sair da zona de explosão. Concentrei-me então no elemento ar, formando no ar duas navalhas, pequenas, ordenando que cada uma fosse ao encontro de uma esfera, esperando que sair da explosão de explosão pela velocidade do meu tigre. 


Iria voltar, indo em direção ao leste, ao elfo que possuía uma lança pronta para ser atirada contra mim. Quando este a arremessasse, ou caso algum dos dois tentasse me atacar enquanto avançava, iria saltar para a direita e ordenar para meu tigre que fosse para a esquerda, visando que o ataque passasse direto por nós. Colocaria meu tigre para ir ao encontro do elfo do norte batalhando a sua maneira, enquanto eu lidava com o do leste, esquivando-me de seus ataques e me aproximando cada vez mais. Até ter espaço suficiente para aplicar um golpe com meu machado, visando fazer um corte vertical em seu braço ou desarmar algum artefato mágico que ele utilize como canalizador. Afastando-me em seguida e saltando ou rolando sempre que puder para evitar ser acertado, contra-atacando tentando ser agil com meu machado ou com minha espada e mantendo logo uma distância. Por se tratar de um mago, teria uma noção do que ele poderia fazer. 

Nível 1 - Forças [Inicial]: O filho de Magia manipula um dos quatro elementos em pequenos feitos, mas ainda não é capaz de invocar. Por exemplo: uma bola de fogo do tamanho de uma bola de vôlei. Custa 20 de energia, a habilidade entrará em espera por um turno.
Passivas:

Vulcano:
Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: Como filho do deus das forjas, você poderá forjar seus próprios equipamentos, ou até mesmo para outra pessoa. Suas mãos, apesar de brutas são capazes de criar belos detalhes e manusear pequenos objetos. Ao decorrer da sua vida quanto mais forjar coisas, mais você se aperfeiçoará, e o seu nível de forja aumentará, dando-lhe mais opções do que fazer. Neste nível pode apenas forjar com destreza armas simples, de Bronze celestial, Ferro Mortal e só, como Espadas, Adagas ou fazer reparos em armas mais complexas. Pode também criar mecanismos simples.(+ 5 FOR)

Nível 1 - Resistência ao Fogo:O legionário tem uma resistência física maior que as outras pessoas a ataques e danos do tipo fogo e calor. (+5 CON )

Nível 2 - Febre: Quando o filho de Vulcano luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)

Nível 3 - Perícia Bárbara [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia Bárbara. Permite que o legionário treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)
Magia:
Nível 1 – Detectar Magia [Inicial]: O filho de Magia consegue detectar auras mágicas fortes em um raio de cinquenta metros (Auras mágicas são referente a quantidade de magia envolvida no monstro ou artefato)(RECONHECIMENTO ACIMA DE 50 WIS)

Nível 2 – Regeneração de Luna I: Quando o filho de Magia está sob a luz da Lua Nova ele regenera 15 pontos de energia por rodada e 15 pontos de vida.

Nível 2 – Aura Mágica do Aprendiz: O filho de Magia desprende uma aura mágica* fraca. (+10 WIS)

Nível 3 - Pericia Elemental[Inicial]: Confere o nível [Inicial] para armas com o descritor: Elétrico, Flamejante ou Gélido. (+5 NO ATRIBUTO CORRESPONDENTE À ARMA)

Nível 3 - Controle da Névoa [Inicial]: Magia é não apenas a deusa da Magia, mas também aquela que coordena e mantém em dia as contas da Névoa. Seus filhos possuem, então, uma afinidade incomum com este véu mágico, podendo manipulá-los ao seu bel prazer. Neste nível são capazes de mudar a sua aparência e de pequenos objetos aos olhos de mortais e/ou semideuses menos atentos, ou estonteá-los por alguns instantes.

Itens:

Equipamento:

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Machado
__________________
Acessórios:

- Tigre Autômato [bronze celestial]*
__________________

*Tigre Autômato [bronze celestial]: O animal terá as proporções de um tigre adulto, programado para obedecer apenas o seu dono, fará tudo que o mesmo quiser, servindo como suporte em batalha e até em transporte, tendo uma cela acoplada o mesmo. O mesmo será rápido como o próprio animal, mas furtivo como um robô pesado, batendo contra o chão. Não é indestrutível, mas pode ser consertado pelo dono independente dos eu nível de forja.




"Não brinque com fogo, muito menos com magia."

VAMOS TOMAR UM VÍNIO?
#5

Dionísio

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
Logo os dois jovens executaram seus movimentos, Thales começou pondo um elfo para dormir utilizando habilidades de seu progenitor divino, o elfo oeste caiu no chão e apresentou seu sono. Thales tentou por o elfo do sul para dormir mais percebeu que a melodia de sua flauta havia sido bloqueada pela aura mágica que se estendia ao redor do corpo do oponente, ele era mais forte.

Thales logo usufruiu de seu poder e correu até o elfo oeste que permanecera inativo, o garoto posicionou sua espada na testa do elfo que suspirava fundo em meio a seu sono, assim que Sebastian ia atingir o elfo adormecido, ele sentiu uma rajada de vento o jogar a cinco metros de distância, o elfo sul havia se irritado.

A cria de Hipnos observou como o romano estava indo em batalha, duas lanças formam arremessadas em direção a Harry que saltou para direita e seu tigre foi para a direita recebendo uma das lanças bem em suas ferramentas da pata traseira direita, que havia sido arrancada.
Harry viu que seu amigo de batalha estava impossibilitado e correu em sua direção.

- Não adianta, não são dignos - diz o elfo do sul.

Harry olhou para o lado e viu o elfo oeste abrir os olhos, ele paralisou em frente ao elfo. Owen sabia que deveria matá-lo agora, ou se bem que ele deveria ajudar a prole de Hipnos? Sua mente ficou perturbada.



Elfo Oeste: Caído no chão, impossibilitado pelo sono.
Tigre autômato: Sem uma das patas.



Vamos lá amigo, tome um pouco do meu vinho! Afinal, vinho é mais barato que terapia ...
#6

Thales Sebastian

avatar
Filho(a) de Hypnos
Filho(a) de Hypnos
Ver perfil do usuário
Barreiras mágicas eram realmente um pé no saco. Interrompendo as ondas sonoras de minha flauta, um dos elfos havia permanecido ileso. O que me fez suspirar, tentando tranquilizar a mim mesmo. Havia sido atingido e lançado por uma rajada de ar, um truque elemental potente no qual eu passara a odiar. Primeiramente, iria me levantar para o caso de ainda estar caído, ativando o efeito de meu relógio e o mostrando para o monstro, que estava irritado o que talvez me ajudasse, fazendo com que o elfo sinta-se sonolento. Logo esperando dar tempo de utilizar minha flauta para fazer com que o outro elfo, adormecido, levante-se e fique no caminho entre o elfo e eu. Assim, serviria como um escudo. Acreditava que um não feriria o outro, afinal eram elfos. Almejava que com isso, tivesse tempo de me aproximar. E com o tempo, o outro elfo acabaria dormindo. O que me garantiria a vitória por hora. Não tinha como ajudar Harry agora, seu tigre havia sido ferido, mas eu tinha que terminar a batalha aqui primeiro para dar suporte a ele. Desculpei-me mentalmente para o filho de Vulcano. Utilizaria minha agilidade natural para saltar, girar ou agachar-me, com a vinda de ataques. Encolhendo meu corpo se preciso e buscando sair com o mínimo de danos possíveis caso seja atacado diretamente.


Nível 1 - Hipnose [Inicial]: Ao utilizar sua Flauta, o Filho de Hypnos consegue hipnotizar um alvo que esteja dormindo, o oponente fará algumas coisas que forem ordenas. Ordens que atentem contra a vida do mesmo ou dos seus companheiros não serão aceitas.  O uso da Habilidade requer 30 pontos de energia.(Requer 1 WIS)

* Relógio de Bolso[Prata]: Consegue induzir um estado de sono no oponente, ocasionando em o alvo dormir, se o mesmo tiver contato visual com o relógio. Demora 1 turno para fazer efeito, e só pode ser usado uma vez por narração. Qualquer movimento brusco no oponente ele acorda.
Itens:

Equipamento:

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Flauta
__________________
Acessórios:

- Relógio de Bolso[Prata] *

Passivas:

Nível 1 - Flauta do Sono: Sempre que estiver em posse de uma Flauta e usa-la para ativar suas Habilidades, estas serão maximizadas. 

Nível 1 - Regeneração Sonífera [Inicial]: O Campista restaurara 10 pontos de vida e energia por turno enquanto estiver dormindo. Todos aqueles que dormirem perto do Campista receberão a metade desses pontos em vida e energia. 

Nível 1 - Aura do Sono [Inicial]: O Filho de Hypnos está sempre dormindo ou com muito sono, mas não cansado. Seu sono é tanto que todo aquele que estiver por perto também se sentirá sonolento, ficando com os movimentos brevemente prejudicados dependendo de quanto sono o Campista estiver[size=31] (Entre -3 e -8 de AGI)[/size]. A aura do sono não prejudica os movimentos do Filho do Deus do Sono.[size=31] (+10 WIS)[/size]

Nível 2 - Força Onírica [Inicial]: O Filho de Hypnos, enquanto estiver dentro de Sonhos, tem suas forças aumentadas[size=31] (+25 FOR e AGI nessas condições).[/size]

Nível 3 - Pericia com Sonhos [Inicial]: Quando estiver nos Sonhos o Filho de Hypnos terá pericia Inicial com qualquer tipo de arma.[size=31] (+5 com o atributo correspondente à arma nessas condições)[/size]

Nível 4 - Visão de Érebo: Hypnos residia no Érebo, a terra da escuridão eterna, além dos portões do sol nascente, de onde se ergue a cada noite no cortejo de sua mãe Nix. Neste nível, os Campistas, Filhos do Deus, conseguirão enxergar na total falta de luz.



Spoiler:

"In my Dreams, you're just a nightmare, and I'm the Hunter of Nightmares"
#7

Harry Owen

avatar
Filho(a) de Vulcano
Filho(a) de Vulcano
Ver perfil do usuário
Minha mente perturbou-se. Senti uma indecisão tomar conta de minha mente, matar o elfo ou não matar? Thales estava passando dificuldades, mas conhecendo o filho de Hypnos sabia que ele não desistiria. Se bem que poderia garantir a vitória de sua parte se estivesse lá. Suspirei, sabia que estava sendo controlado. Estava sendo manipulado. Não podia deixar, havia sido treinado para situações como esta. Vasculhei minha mente, lembrando de situações que me prendessem ao controle, que me desse um forte sentimento, o bastante para livrar-me daquilo. Recordei do meu tigre, que estava ao meu lado.

Ele havia sido ferido por uma lança atirada por eles. O meu amado parceiro havia sido imobilizado, tudo por quê eu não fui forte o suficiente para protegê-lo. Cerrei meus punhos, tentando conter a raiva. As veias pulsando. Não, não deixaria isso passar em vão. Não poderia. Iria ativar o efeito de minha barreira elemental, aplicando em seguida um golpe com meu machado. Visando partir o oponente em dois, verticalmente. Defendendo-me da forma possível, contra-atacando com minhas armas da forma possível sempre que encontrar brechas. Esquivando-me com saltos ou rolamentos para com os dois elfos, visando acabar com o que estava a minha frente e proteger-me com minha barreira. Agindo da maneira mais propícia e evitando ser pego em provocações ou truques psicológicos.


Nível 2 - Barreira Elemental [Inicial]: Invoca uma barreira elemental que segue os movimentos do personagem por dois turnos. Custa 40 de energia, a habilidade entrará em espera durante três turnos.
Passivas:

[b]Vulcano:

Nível 1 - Perícia em Forja [Inicial]: Como filho do deus das forjas, você poderá forjar seus próprios equipamentos, ou até mesmo para outra pessoa. Suas mãos, apesar de brutas são capazes de criar belos detalhes e manusear pequenos objetos. Ao decorrer da sua vida quanto mais forjar coisas, mais você se aperfeiçoará, e o seu nível de forja aumentará, dando-lhe mais opções do que fazer. Neste nível pode apenas forjar com destreza armas simples, de Bronze celestial, Ferro Mortal e só, como Espadas, Adagas ou fazer reparos em armas mais complexas. Pode também criar mecanismos simples.(+ 5 FOR)

Nível 1 - Resistência ao Fogo:O legionário tem uma resistência física maior que as outras pessoas a ataques e danos do tipo fogo e calor. (+5 CON )

Nível 2 - Febre: Quando o filho de Vulcano luta em lugares quentes ou abafados, assim como nas forjas, sua força e suas habilidades são ampliadas. (+10 FOR E +10 DEF nessas condições)

Nível 3 - Perícia Bárbara [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia Bárbara. Permite que o legionário treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 FOR)
Magia:
Nível 1 – Detectar Magia [Inicial]: O filho de Magia consegue detectar auras mágicas fortes em um raio de cinquenta metros (Auras mágicas são referente a quantidade de magia envolvida no monstro ou artefato)(RECONHECIMENTO ACIMA DE 50 WIS)

Nível 2 – Regeneração de Luna I: Quando o filho de Magia está sob a luz da Lua Nova ele regenera 15 pontos de energia por rodada e 15 pontos de vida.

Nível 2 – Aura Mágica do Aprendiz: O filho de Magia desprende uma aura mágica* fraca. (+10 WIS)

Nível 3 - Pericia Elemental[Inicial]: Confere o nível [Inicial] para armas com o descritor: Elétrico, Flamejante ou Gélido. (+5 NO ATRIBUTO CORRESPONDENTE À ARMA)

Nível 3 - Controle da Névoa [Inicial]: Magia é não apenas a deusa da Magia, mas também aquela que coordena e mantém em dia as contas da Névoa. Seus filhos possuem, então, uma afinidade incomum com este véu mágico, podendo manipulá-los ao seu bel prazer. Neste nível são capazes de mudar a sua aparência e de pequenos objetos aos olhos de mortais e/ou semideuses menos atentos, ou estonteá-los por alguns instantes.

Itens:

Equipamento:

- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Machado
__________________
Acessórios:

- Tigre Autômato [bronze celestial]*
__________________

*Tigre Autômato [bronze celestial]: O animal terá as proporções de um tigre adulto, programado para obedecer apenas o seu dono, fará tudo que o mesmo quiser, servindo como suporte em batalha e até em transporte, tendo uma cela acoplada o mesmo. O mesmo será rápido como o próprio animal, mas furtivo como um robô pesado, batendo contra o chão. Não é indestrutível, mas pode ser consertado pelo dono independente dos eu nível de forja.



Última edição por Harry Owen em Ter 9 Fev 2016 - 9:32, editado 2 vez(es) (Razão : Habilidade errada no quote)




"Não brinque com fogo, muito menos com magia."

VAMOS TOMAR UM VÍNIO?
#8

Conteúdo patrocinado


#9

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum