Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Autores nos tópicos

Dom 2 Jul 2017 - 20:55 por Ártemis

Autores nos tópicos

Recentemente adicionei em todos as postagens do tópico de Tutoriais e Guias bem como
o tópico da Biblioteca o nome de quem fez, quem ajudou a fazer, quem editou (boa parte do conteúdo), e quem ajudou com a ideia.

Assim temos uma visão mais clara de pessoas que, apesar de a maioria não saber, ajudaram com o crescimento e evolução do fórum.

Lembrando que todo o conteúdo criado para o fórum é de autoria do mesmo. Todo "direito autoral" que estabelecemos aqui é de Rick Riordan, o criador das séries Percy Jackson e Os Heróis do Olimpo.


Comentários: 0

EVENTO DOUBLE ALEGRIA DE FÉRIAS

Ter 27 Jun 2017 - 14:28 por Selene

Evento Double Alegria de férias



Evento válido do dia 01/07/2017 até 15/07/2017


Férias de Julho chegando e nada melhor do que um evento double pra levantar os ânimos do fórum. Chamem seus amigos e desfrutem do evento
DOUBLE ITENS, EXP e DRACMAS





Comentários: 1

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Arenas » Arena MvP » 

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ver perfil do usuário
Arthur se aproxima de mim e me toca, de alguma forma meu medo se esvaiu, me xinguei mentalmente por ter ficado daquele modo... agi como um verdadeiro covarde, afasto esses pensamentos quando vejo o cão ficar em uma posição que ameaçava um ataque.

Deixo meu "parceiro" cuidar do pequeno e foco no totó que agora avançava em minha direção, mantenho-me no meu lugar, quando ele pulasse em minha direção, eu conto com meus reflexos e tento desferir um arco com a espada, concentrando minha raiva e frustração nesse golpe, viso acertar sua cabeça, pescoço ou em qualquer ponto que estivesse em meu alcance. Era um movimento simples mas eficaz caso acertasse.

Se ele conseguisse desviar de meu golpe e tentasse de algum modo me acertar, faria de tudo para desviar, pulando para o lado, rolando, me esquivando, etc

Se o cão ainda estivesse vivo após o golpe, me manteria focado nele, tentando prever sua próxima investida.

#11

Arthur Bittencourt

avatar
Filho(a) de Phobos
Filho(a) de Phobos
Ver perfil do usuário
Bom, dessa vez eu acho que mereci. Tentei realizar a estratégia com perfeição, mas claro que ainda faltava treinamento.

A dor em minha perna após o ataque do anão era excruciante. Não sabia que o ataque havia dificultado minha movimentação, mas achava que sim. Precisava estancar o ferimento rapidamente, e cuidar de meu oponente.

O anão preparava outro golpe, então teria que decidir o que fazer rapido. Apesar de uma perna estar machucada, eu ainda possuía a outra. Como o anão era... um anão, ele seria mais baixo que eu. Aplicaria um chute em seu rosto, com a sola do pé.

Já que estaria distraído com o seu proximo ataque ele, provavelmente, não possuiria reflexos suficientes para desviar.

Se o acertasse, utilizaria [Medo] nele, deixando-o hesitante. Me arrastaria para trás, e aproveitaria para tomar uma Poção de Energia [Heroica].

Feito isso, minha chance havia sido criada. Utilizaria [Induzir Medo] no anão, fazendo com que ele temesse cobras. Logo após, criaria uma ilusão no mesmo, fazendo com que várias cobras aparecessem ao seu redor, sibilando.

Agora que havia ganhado tempo, estava na hora de averiguar meu ferimento. Arrancaria um pedaço de minha blusa e estancaria o ferimento. Enquanto isso, olho para a luta de Roy.

Caso tudo der certo, encosto em uma árvore e tento me levantar. Pisaria no chão com minha perna, tendo uma noção da gravidade do ferimento e se ele prejudicaria minha movimentação drasticamente.

Passivas:

Nível 1 - Aura Fúnebre [Inicial]: O filho de Phobos não tem nada a temer, mas os outros é que costumam temê-lo. Eles emanam uma aura fúnebre. Nesse nível ainda é fraca, podendo apenas dar calafrios e arrepios em quem se aproximar ou avistar o semideus. O alcance da Aura Fúnebre compreende até 5 metros. (+3 VONT)

Nível 2 - Catalisador [Inicial]: Em ambientes macabros e assustadores, os filhos de Phobos se sentem naturalmente, como parte do ambiente. O semideus catalisa toda a energia assustadora do local, e faz com que sua Aura Fúnebre e seu Toque Fúnebre fiquem mais concentrados e mais potentes, suas habilidades relacionadas ao medo ficam evidentemente mais destacadas e mais medonhas do que o normal. O semideus se sente mais vivo, apesar dos outros se sentirem apreensivos com o ambiente, e com toda essa catalisação ele também aumenta sua agilidade. (+5 CHA e +6 AGI)

Nível 2 - Sangue Frio: Todos os Filhos de Phobos praticamente não sentem medo algum, e quanto mais forte vão ficando, menos medo sentem, assim, conseguem agir tranquilamente nas mais extremas circunstâncias. (+5 INT)

Nível 3 - Perícia com Ilusões [Inicial]: Assim como o Pai, todos os Filhos de Phobos se tornarão mestres nas ilusões, mas por enquanto, suas ilusões só conseguem confundir a visão de alguns alvos, no máximo 2, com vislumbres. (+5 CHA)

Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. Os filhos de Phobos só recebem o nível Inicial dessa perícia. Para conseguir os outros níveis, o campista deverá treinar esta perícia. (+5 AGI)

Nível 4 - Medo Irracional [Inicial]: Filhos de Phobos exalam uma presença amedrontadora. Nesse nível, ANIMAIS PEQUENOS começarão a temê-lo grandemente, podendo ter penalidades nos movimentos, ou em alguns casos podem acabar tentando fugir da presença dele, contudo sob a vontade do Narrador. Esse medo, também afeta outros semideuses que estiverem próximos, diminuindo sua coragem. (-5 Coragem)

Nível 6 - Filho do Medo [Inicial]: Sempre que houver temor no ar, o Filho de Phobos se sente mais forte, aumentando sua força e velocidade. (+5 FOR e +5 AGI)

Ativas:

Nível 1 - Medo: O alvo que o filho de Phobos atingir, seja la como, sentirá medo. O uso dessa habilidade consome 15 pontos de energia, e entra em espera por 1 rodada.

Nível 3 - Ilusão [Inicial]: Neste nível, o filho de Phobos é capaz de provocar leves alucinações ao alvo, deixando-o perturbado, tendo visões de pequenas coisas, como algumas serpentes cercando-o, por exemplo, dando chance ao filho de Phobos executar um ataque. O uso dessa habilidade consome 25 pontos de energia, e entra em espera durante 2 rodadas.


Nível 4 - Induzir Medo: O filho de Phobos irá criar ou acrescentar algum tipo de medo em uma vitima, podendo usar tal medo para fazer ilusões — com a ativação de outras habilidades — de acordo com o tipo de medo que foi acrescentado ao alvo. O uso dessa habilidade consome 30 pontos de energia, e entra em espera durante 3 rodadas.



#12

Ártemis

avatar
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Roy se prepara para contra atacar na investida de seu oponente. Depois de saltar contra o semideus, o cão se dissipa em sombras como havia feito anteriormente, fazendo o indefinido ficar confuso. Em um piscar de olhos o animal aparece em suas costas e lhe acerta com as garras (-10) deixando fortes arranhões no local atingido. Roy percebe então que aquele não era um cão comum, mas sim um cão infernal.
Pelo pouco que havia ouvido durante aquela ronda mais cedo, o garoto sabia que os cães infernais possuem restritas habilidades com sombras e que são criatura das trevas nas quais Hades governa.

Arthur percebe que teria que fazer alguma coisa quanto ao próximo ataque que vinha, e ele teve a melhor ideia de todas: se apoiar na perna machucada para aplicar um chute com a perna boa. Apesar da dor alucinante causada pelo movimento o golpe consegue afastar o oponente e lhe causar medo, assim como planejado, mas antes de aplicar as outras habilidades, novamente a risada corta o ar, desta vez mais perceptível.
De trás de uma árvore um garoto aparece. Tinha cabelos negros e pele pálida. Arthur sente uma aura estranha vindo do garoto, mas antes de se preocupar com novos oponentes, ele tinha que terminar com o que estava na sua frente.

-- Como alguém como vc pode andar com quem não foi nem reconhecido pelo pai ainda? -- Arthur imediatamente para o que estava fazendo e olha para Roy -que nem estava vendo o que estava acontecendo- com desprezo. O herói se volta contra seu aliado e esquece do anão que estava ali se recuperando do chute.



#13

Arthur Bittencourt

avatar
Filho(a) de Phobos
Filho(a) de Phobos
Ver perfil do usuário
Apesar de pensar no meu grande plano, nem um terço dele havia sido realizado. Um garoto aparece. Um garoto que aprecia entender da morte. Sua aura me afetava, mesmo tendo alguma imunidade.

Sua fala me afeta, fazendo com que a raiva e o desprezo subam pela minha cabeça. Como eu podia estar andando com... com ele ?

Obrigo minha mente a afastar esse pensamento. Ninguém podia ser desmerecido. A vida de um semideus é cruel. Alguns ainda não foram reconhecidos, até hoje. Vejo o chalé 11 sempre cheio, com pessoas lá dentro chorando. Claro, não ligava muito pra isso, mas agora parecia injustiça.

De qualquer modo, percebo que as palavras do garoto tinham grande poder. Provavelmente ele era um Servo de Éris.

- O que quer de mim ? - Falo para o garoto.

Óbvio, não poderia esquecer do anão. Como conseguiria lutar contra o charme na voz de meu oponente e lutar contra o anão ao mesmo tempo ?


Passivas:

Nível 1 - Aura Fúnebre [Inicial]: O filho de Phobos não tem nada a temer, mas os outros é que costumam temê-lo. Eles emanam uma aura fúnebre. Nesse nível ainda é fraca, podendo apenas dar calafrios e arrepios em quem se aproximar ou avistar o semideus. O alcance da Aura Fúnebre compreende até 5 metros. (+3 VONT)

Nível 2 - Catalisador [Inicial]: Em ambientes macabros e assustadores, os filhos de Phobos se sentem naturalmente, como parte do ambiente. O semideus catalisa toda a energia assustadora do local, e faz com que sua Aura Fúnebre e seu Toque Fúnebre fiquem mais concentrados e mais potentes, suas habilidades relacionadas ao medo ficam evidentemente mais destacadas e mais medonhas do que o normal. O semideus se sente mais vivo, apesar dos outros se sentirem apreensivos com o ambiente, e com toda essa catalisação ele também aumenta sua agilidade. (+5 CHA e +6 AGI)

Nível 2 - Sangue Frio: Todos os Filhos de Phobos praticamente não sentem medo algum, e quanto mais forte vão ficando, menos medo sentem, assim, conseguem agir tranquilamente nas mais extremas circunstâncias. (+5 INT)

Nível 3 - Perícia com Ilusões [Inicial]: Assim como o Pai, todos os Filhos de Phobos se tornarão mestres nas ilusões, mas por enquanto, suas ilusões só conseguem confundir a visão de alguns alvos, no máximo 2, com vislumbres. (+5 CHA)

Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. Os filhos de Phobos só recebem o nível Inicial dessa perícia. Para conseguir os outros níveis, o campista deverá treinar esta perícia. (+5 AGI)

Nível 4 - Medo Irracional [Inicial]: Filhos de Phobos exalam uma presença amedrontadora. Nesse nível, ANIMAIS PEQUENOS começarão a temê-lo grandemente, podendo ter penalidades nos movimentos, ou em alguns casos podem acabar tentando fugir da presença dele, contudo sob a vontade do Narrador. Esse medo, também afeta outros semideuses que estiverem próximos, diminuindo sua coragem. (-5 Coragem)

Nível 6 - Filho do Medo [Inicial]: Sempre que houver temor no ar, o Filho de Phobos se sente mais forte, aumentando sua força e velocidade. (+5 FOR e +5 AGI)



#14
Ver perfil do usuário
Senti a dor do golpe dado pelo cão, ardia mais que tapa de mãe muito, mas eu tento ignorar a dor. Fui muito burro, o cão certamente faria aquele truque de sumir e atacar por outro angulo quando eu o atacasse, se eu tentasse outro ataque como aquele seria suicídio.

Fito o cão e me lembro de um dos veteranos falando de alguns monstros... certamente com aquela aparência e aquele poder ele era um cão infernal, um monstro muito encontrado no Mundo Inferior, o reino de Hades... Hades?! Era isso! Enfrentar o cão com golpes físicos seria inútil para mim, mas se minha intuição estivesse correta e Hades realmente fosse meu pai, o cão deveria ter um pouco de obediência a mim, já que vários cães infernais serviam a Hades, como o Cérbero.

Olho para o totó, controlo minha respiração e me concentro, eu deveria passar a sensação que o monstro deveria me obedecer, que eu era a autoridade, para isso eu deveria estar confiante e frio, e é assim que tento ficar para o que eu iria fazer.

-Pare! -Falo com autoridade e firmeza, acreditando em mim mesmo e acima de tudo, acreditando que eu era um herdeiro do submundo. O cão parecia ser um filhote (os veteranos disseram que cães infernais adultos eram imensos) portanto se eu realmente fosse capaz de ordená-lo ou ao menos exercer influência sobre ele, creio que seria mais fácil já que ele não era muito vivido. Era um comando simples, esperava que ele compreendesse. Se eu notasse que um comando não fosse suficiente, continuaria a repetir a palavra até ele executar minha ordem.

Se eu não fosse capaz de ordena-lo ou exercer influência sobre ele, ou se ele ignorasse meu comando, eu estaria pronto para de desviar de qualquer maneira de uma investida sua, levando em conta que ele pularia em minha direção, desapareceria e apareceria por outro ângulo, e que eu já vi esse truque, estaria atento ao redor e tentaria antecipar de onde ele surgiria para desviar de sua investida real.

#15

Ártemis

avatar
Deusa Olimpiana
Deusa Olimpiana
Ver perfil do usuário
Arthur entra em um conflito mental. Era estranho isso pra ele, afinal, normalmente ele era o autor desse tipo de poder. Agora ele conhecia o pouco da natureza de seu próprio poder de controlar mentes.
O filho do medo faz sua revisão mental e resiste ao "comando" de seu novo oponente e este, por sua vez da um sorriso ao perceber a resistência.

-- Interessante -- Diz ele.

Arthur já tinha ouvido mencionarem pelo acampamento um grupo misterioso chamado Servos de Éris, mas como eram restritos, não conhecia alguém que fazia parte do grupo... ou pelo menos ele pensava não conhecer. Contudo, sua influencia mental o fazia pensar que ali estava a prova de que existiam e que eram realmente poderosos.

-- O que quer de mim? -- Pergunta Arthur.

Ainda com sorriso no rosto o outro responde:
-- Vc não acha mesmo que esse tipo de gente não devia nem estar no acampamento. Acha?

O controle mental daquele garoto era difícil de se resistir.
O anão se recupera do golpe anterior e acerta outra machadada na perna machucada do semideus, abrindo ainda mais a ferida e sangrar (-15 e -5 por rodada). A dor o ajuda a fugir do controle mental por alguns instantes.


Roy analisa a situação com cuidado e percebe que não seria tão simples acertar seu oponente.
De fato, ele não tinha certeza de quem era seu pai, mas pelos sinais, sabia que tinha chances de ser Hades. E em uma ação instintiva, o indefinido ordena que o cão pare. No mesmo instante Roy percebe que o animal se acua. Estava, no mínimo, confuso. Contudo o garoto ainda era um indefinido e não possuía poder algum. E assim, o cão avança novamente, só que dessa vez, não tão rápido. Ele avança contra as pernas do campista.

Anão: 90%
Cão infernal filhote: 100%
Garoto misterioso: 100%



#16
Ver perfil do usuário
(Off: Bad )

O meu plano em parte deu certo, o cão recuara um pouco, mas, não me dei o luxo de comemorar. Primeiro pois não tinha tido a certeza se meu pai divino era mesmo Hades, ele apenas recuou parecendo confuso. Segundo, ele já estava voltando a avançar contra mim e parece que contra minhas pernas. Não saberia se meu truque daria certo de novo, tenho quase certeza que não, então faria algo diferente.

Rapidamente penso no que fazer, seguro a espada com a ponta virada para baixo, fitaria o cão com toda atenção, quando ele chegasse no meu alcance eu descerei a espada em direção a qualquer lugar do cão que estivesse em meu alcance, não para matá-lo mas para reduzir seus movimentos. Se ele sumisse, o que certamente faria, imediatamente fico atento ao meu redor, para não ser surpreendido por seu ataque de novo, então eu tentaria desviar de qualquer modo, e enquanto desviasse eu repito a ordem de fazer ele parar (certamente não daria certo, mas eu tinha que arriscar), falando a palavra do mesmo jeito que fiz antes, com firmeza e confiança em mim mesmo. Espero, ao menos, que ele se sinta confuso.

#17

Arthur Bittencourt

avatar
Filho(a) de Phobos
Filho(a) de Phobos
Ver perfil do usuário
Servos de Éris, era esse os nomes que circulavam pelos boatos. Pessoas com um alto charme na voz, fazendo com que siga todo e qualquer comando. A qualidade de suas mentirar era quase impecáveis. Nunca deixavam suas emoções fluírem. Bom, era isso que diziam, mas eu não possuía certeza.

Ouço sua fala, mesmo desenvolvendo alguma resistência, seu poder mental era grande.

Quando a resposta estava na ponta da minha língua, o anão ataca minha perna. A dor do corte percorre minha perna, fazendo-a sangrar. A parte boa é que a dor me faz sair do controle mental do garoto.

Espera... Dor  ? Será que havia descoberto a fraqueza dos Servos ? Ou era apenas uma teoria maluca ? De qualquer modo, precisava resolver minha situação.

Permaneço calmo. Controlar as emoções sempre foi um forte de Phobos também. Phobos tem um controle sobre a mente, também, mas é sobre o medo. Eu dizia a mim mesmo que, se fosse entrar em algum grupo, entraria nos Servos. Sabia que eles causavam a discórdia, mentiam, em outras palavras, sabia que eles eram cuzões, mas não nessa magnitude.

Olho para o anão. Teria que me manter lutando contra o anão.

Tento fazer o que não havia sido completado da ultima vez. Induzo o medo de cobras em meu oponente, logo depois criando uma ilusão de estar rodeado por cobras sibilantes. Seguro minha espada firmemente. Não sabia o que as parcas queriam de mim, mas não iria desistir até dar meu ultimo suspiro.

Esperaria a reação do anão, como alguma hesitação ou pane total. Caso alguma reação dê sinal de meu plano estar funcionando, ataco com um corte na diagonal em direção ao seu peitoral.

Caso nada funcione e tudo der errado, entraria em defesa total.

Passivas:

Nível 1 - Aura Fúnebre [Inicial]: O filho de Phobos não tem nada a temer, mas os outros é que costumam temê-lo. Eles emanam uma aura fúnebre. Nesse nível ainda é fraca, podendo apenas dar calafrios e arrepios em quem se aproximar ou avistar o semideus. O alcance da Aura Fúnebre compreende até 5 metros. (+3 VONT)

Nível 2 - Catalisador [Inicial]: Em ambientes macabros e assustadores, os filhos de Phobos se sentem naturalmente, como parte do ambiente. O semideus catalisa toda a energia assustadora do local, e faz com que sua Aura Fúnebre e seu Toque Fúnebre fiquem mais concentrados e mais potentes, suas habilidades relacionadas ao medo ficam evidentemente mais destacadas e mais medonhas do que o normal. O semideus se sente mais vivo, apesar dos outros se sentirem apreensivos com o ambiente, e com toda essa catalisação ele também aumenta sua agilidade. (+5 CHA e +6 AGI)

Nível 2 - Sangue Frio: Todos os Filhos de Phobos praticamente não sentem medo algum, e quanto mais forte vão ficando, menos medo sentem, assim, conseguem agir tranquilamente nas mais extremas circunstâncias. (+5 INT)

Nível 3 - Perícia com Ilusões [Inicial]: Assim como o Pai, todos os Filhos de Phobos se tornarão mestres nas ilusões, mas por enquanto, suas ilusões só conseguem confundir a visão de alguns alvos, no máximo 2, com vislumbres. (+5 CHA)

Nível 3 - Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. Os filhos de Phobos só recebem o nível Inicial dessa perícia. Para conseguir os outros níveis, o campista deverá treinar esta perícia. (+5 AGI)

Nível 4 - Medo Irracional [Inicial]: Filhos de Phobos exalam uma presença amedrontadora. Nesse nível, ANIMAIS PEQUENOS começarão a temê-lo grandemente, podendo ter penalidades nos movimentos, ou em alguns casos podem acabar tentando fugir da presença dele, contudo sob a vontade do Narrador. Esse medo, também afeta outros semideuses que estiverem próximos, diminuindo sua coragem. (-5 Coragem)

Nível 6 - Filho do Medo [Inicial]: Sempre que houver temor no ar, o Filho de Phobos se sente mais forte, aumentando sua força e velocidade. (+5 FOR e +5 AGI)

Ativas:

Nível 3 - Ilusão [Inicial]: Neste nível, o filho de Phobos é capaz de provocar leves alucinações ao alvo, deixando-o perturbado, tendo visões de pequenas coisas, como algumas serpentes cercando-o, por exemplo, dando chance ao filho de Phobos executar um ataque. O uso dessa habilidade consome 25 pontos de energia, e entra em espera durante 2 rodadas.

Nível 4 - Induzir Medo: O filho de Phobos irá criar ou acrescentar algum tipo de medo em uma vitima, podendo usar tal medo para fazer ilusões — com a ativação de outras habilidades — de acordo com o tipo de medo que foi acrescentado ao alvo. O uso dessa habilidade consome 30 pontos de energia, e entra em espera durante 3 rodadas.



#18

Hefesto

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
|Cancelado|



https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9
#19

Conteúdo patrocinado


#20

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum