Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Autores nos tópicos

Dom 2 Jul 2017 - 20:55 por Ártemis

Autores nos tópicos

Recentemente adicionei em todos as postagens do tópico de Tutoriais e Guias bem como
o tópico da Biblioteca o nome de quem fez, quem ajudou a fazer, quem editou (boa parte do conteúdo), e quem ajudou com a ideia.

Assim temos uma visão mais clara de pessoas que, apesar de a maioria não saber, ajudaram com o crescimento e evolução do fórum.

Lembrando que todo o conteúdo criado para o fórum é de autoria do mesmo. Todo "direito autoral" que estabelecemos aqui é de Rick Riordan, o criador das séries Percy Jackson e Os Heróis do Olimpo.


Comentários: 0

EVENTO DOUBLE ALEGRIA DE FÉRIAS

Ter 27 Jun 2017 - 14:28 por Selene

Evento Double Alegria de férias



Evento válido do dia 01/07/2017 até 15/07/2017


Férias de Julho chegando e nada melhor do que um evento double pra levantar os ânimos do fórum. Chamem seus amigos e desfrutem do evento
DOUBLE ITENS, EXP e DRACMAS





Comentários: 1

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Acampamentos » Acampamento Meio-Sangue » A Fogueira » 

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Hermes

avatar
Deus Olimpiano
Deus Olimpiano
Ver perfil do usuário
O acampamento estava diferente.

Fazia mais de 3 dias que as plantações de morangos haviam murchado e nem mesmo os filhos de Deméter e Dionísio juntos eram capazes de reanimar aquele estrago. Era como se não houvesse resposta a seus comandos, encantamentos ou mesmo tentativas de comunicação com os vegetais.  Nas forjas, Hefesto havia desaparecido. Inúmeros pedidos de encomendas feitas por semideuses ao deus-ferreiro começavam a se acumular e não parecia que seriam atendidas tão cedo. No chalé de Apolo, aqueles que costumavam ser agraciados com profecias pararam de receber qualquer previsão de acontecimentos futuros e os filhos de Hécate estavam com seus “radares” de magia apontando diferentes e súbitos aparecimentos de poder mágico, que eram breves como relâmpagos e variavam em nível de concentração.

Os filhos de Hades, que eram habituados a conseguir informações com invocações de espíritos de mortos haviam recebido a notícia de que Hades também havia saído de seu reino junto da esposa. Os 3 juízes estavam sendo responsáveis pelo fluxo e julgamento de almas e estavam com carta branca para executar o trabalho de administrar o mundo inferior. Já os filhos de Poseidon, que se comunicavam com os seres aquáticos, descobriram que seu pai havia partido de seu templo submarino, deixando ciclopes e centímanos trabalhando muito nas forjas. A ordem era obter o máximo de armas que pudesse e o quanto antes.

Algo estranho também acontecia na enfermaria. Feridas comuns de treinamentos e batalhas na arena estavam demorando mais que o normal para serem curadas, Era como se os próprios machucados se recusassem ou resistissem aos tratamentos para sarar. Não demorou muito para que o lugar ficasse ainda mais cheio que o habitual e que a recomendação de evitar combates viesse a ser transmitida.

A ideia de que algo estava errado ficou ainda mais explícita quando as caçadoras chegaram ao local sem sua deusa. Lhokita, a tenente, havia informado que Ártemis teve que se retirar para resolver questões de urgência, mas mesmo ela não sabia quais. Os demais semideuses também sabiam que o Sr. D. também estava fora.

O que quer que estivesse ocorrendo também não poderia ser disfarçado e rapidamente um clima de tensão começou a se espalhar. Em pouco tempo, as informações sobre o sumiço de deuses olimpianos se expandiram aos demais grupos e, a maior confirmação de que algo estava acontecendo, e o que chamou a atenção de todos os semideuses, acabou por vir da fogueira. A noite estava nublada com ventos gélidos que nunca haviam passado por ali. Era algo diferente comparado até mesmo quando deuses como Ares e Hades se manifestaram em ocasiões anteriores.

Quase nenhuma oferenda estava sendo aceita. Era como se todos os deuses estivessem ignorando o chamado de seus filhos e apadrinhados. Os únicos que receberam algum sinal de vida naquele ambiente foram os sacerdotes de Héstia, e mesmo assim de uma maneira bem breve e discreta, pois as oferendas eram consumidas em chamas douradas rapidamente, como se a própria deusa estivesse com pressa demais para atender aos chamados de seus sacerdotes.

Quíron apareceu e com uma expressão otimista forçada, pediu que todos retornassem aos seus chalés. Ele tentava inutilmente passar a ideia de que o olimpo estava em mais uma crise temporária motivada pelos egos divinos, o que estava muito longe de ser verdade.

Todos obedeceram a esse pedido por consideração ao coordenador de atividades e mesmo os filhos de Ares acabaram por não fazer nenhum alvoroço. Os únicos, porém, que tomaram um caminho diferente dos demais, indo para os chalés de suas matronas foram os campeões de Hera e os Sacerdotes de Héstia. Os anéis de devoção e as adagas de fogo perpétuo pareciam chamar seus donos, para uma convocação entre seus respectivos membros de grupo.




INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A MISSÃO:

- Este é o post introdutório do enredo da narração. Aqui serão postados os acontecimentos que envolvem todo o acampamento de uma maneira geral.

- A missão será dividida e postada em capítulos separados, porém, interligados, relacionados aos deuses olimpianos. Sempre que um capítulo se encerrar ou iniciar, uma atualização será feita dentro deste tópico para que se tenha ideia de o quão avançado está o enredo proposto.

- Cada jogador será inicialmente alocado no capítulo de seu respectivo progenitor/grupo, podendo haver alterações e exceções, como a exclusão de algum participante por morte/esgotamento ou inclusão de outro semideus que por ventura deseje submeter-se a algum teste.

- Os posts na missão serão efetuados em um intervalo de no máximo 48h em relação ao post anterior (ou de acordo com minha disponibilidade), portanto, tente não se atrasar/tenha paciência.



Todos aqueles que se inscreveram na missão (e quem não chegou a se inscrever mas ainda deseja participar) devem responder a esse tópico com seus respectivos pontos de vista sobre os acontecimentos dentro do acampamento. Citados no post acima.

[quote]
Capitulo I - Hera:



Última edição por Hermes em Ter 8 Nov 2016 - 7:39, editado 1 vez(es) (Razão : Atualização)

#1

λ Dite Maniel

avatar
Filho(a) de Afrodite
Filho(a) de Afrodite
Ver perfil do usuário
O acampamento havia mudado drasticamente, não havia mais de 5 dias desde que fizera uma guerra com os morangos maduros da plantação e agora, mal se viam morangos no mesmo. Toda a magia provinda dos Deuses tinha sumido e a magia passada para nós pelo sangue tinha enfraquecido bastante. Não testei meus poderes desde que me dei conta disso, com medo do que viria a descobrir. Uma coisa era certa: os Deuses tinham sumido.

Na noite da fogueira, com mais semi-deuses reunidos desde que eu havia chegado, tudo se confirmou. Parecia que a própria morte tinha ceifado toda a vida que habitava por ali, inclusive a vida das chamas que deveriam nos esquentar. Continuo com as oferendas comuns e vejo que nada se segue das por parte de minha mãe, por sorte, sinto um calor, bem pequeno, mas ainda está lá, proveniente de Héstia. O fogo, diferente do que a maioria pensa era capaz de mostrar muitas coisas, não só destruição. Naquele pequeno espaço de tempo, pude sentir a frustração de Héstia, como se tivesse algo lhe incomodando que ela não conseguia resolver rapidamente.

Assim que as chamas douradas sumiram, o calor se foi com elas e naquele momento eu sei que mais uma missão está prestes a ser trilhada e querendo ou não, eu estaria nela. Iria encontrar uma forma de ajudar todas as crianças do acampamento, nem que fosse a última coisa que eu fizesse.





''Você nunca sabe a força que tem, até que sua única alternativa é ser forte.''
http://a-rquivoconfidencial.tumblr.com/
#2

Zoe Salvatore

avatar
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
Suspirei profundamente. Tentei ignorar o olhar de censura de Lhokita, e abaixei a cabeça, emburrada, apoiando-a nos braços sobre a mesa do refeitório. Conseguia ouvir Quíron falando banalidades ao longe, e os filhos de Ares reclamando da demora de sua mesa. Na verdade, conseguia ouvir todos, com minha audição aguçada, o que só aumentava meu mau humor.

Há quase uma semana Lady Ártemis havia se separado de nós. O único recado que nos deixou foi dado a Lhokita, para nos trazer até o Acampamento. Ela sumir era até normal, mas nos mandar pra lá...? Ártemis só faria aquilo em dois casos. O primeiro, era para ajudarmos. O segundo, para protegermos. E quando ouvi os boatos dos filhos de Poseidon sobre a atividade nas forjas dos Ciclopes, eu soube que a segunda opção era muito mais provável. Uma grande besteira da parte dela, eu diria. Quem de nós, caçadoras, já havia fugido de uma batalha? Quem se recusaria a lutar a seu lado contra qualquer monstro ou mesmo deus?

Cerrei os dentes, tentando não dar outro suspiro, quando Quíron terminou seu discurso e nos dispensou para os chalés. Por um momento fiquei em dúvidas se iria para o Chalé 6 ou 7, mas optei pelo 7. Não estava afim de conversar. Iria ler, treinar sozinha, compor uma música ou simplesmente encarar o teto até que ele ou eu caíssemos no sono - Geralmente eu perdia essa competição.

Enquanto caminhava ao lado de lhokita eu pensava em mil e uma coisas, mas volta e meia a mesma palavra vinha à minha mente. Guerra. Até mesmo Dionísio havia tirado o traseiro gordo da poltrona horrorosa dele para se juntar ao Olimpo. Mesmo Ártemis e Hades, que sempre seguiram as próprias regras. Aquilo não era normal. Era alarmante. Queria pedir a Lhokita que me deixasse sair, procurar pistas, buscar os rastros daquela trama, mas não precisava de minha profecia para saber que a resposta seria não. Inconformada, dei outro suspiro e me encolhi quando a lhoka me deu um tapa na cabeça. Mal humorada entrei no chalé, e me ocupei afiando as pontas de minhas flechas com uma pedra de amolar. Claro, elas jamais perdiam seu frio, mas manter-se parada era o pior veneno para uma mente agitada.



Passivas importantes:


Flecha Veloz: Sua flecha se move numa velocidade superior ao normal, deixando menos tempo para o alvo se esquivar.
Profecia Intermediária: Aumentando o poder de "Profecia Básica", o Filho de Apolo pode prever acontecimentos futuros na missão ou na própria luta.
Velocidade: Por viverem pelas florestas perseguindo suas presas, as caçadoras de Ártemis desenvolvem ótima velocidade, aceleração e reflexos, tornando-as muito rápidas e evasivas. Dificilmente são atingidas quando estão atentas.
Instinto Selvagem : As caçadoras possuem sentidos muito aguçados, podendo ouvir e sentir o perigo se aproximar muito antes do que qualquer um.
Bracelete de Ártemis: Acrescenta bônus em precisão, velocidade e agilidade.

#3

Ω Raphael Moura

avatar
Filho(a) de Hermes
Filho(a) de Hermes
Ver perfil do usuário
Eu nunca me envolvi com manutenção do Acampamento no geral, apenas supervisionava os afazeres do chalé de Hermes e o que os meus irmãos mais inconsequentes faziam enquanto eu não estava olhando.

Mas aquilo ali era diferente. Algo que raramente acontecia: os deuses pararam de nos ouvir. Alguma coisa com certeza estava errada no Olimpo e, com certeza, não era nada de bom. Quando os deuses ficam calados assim, eles estão com problemas sérios e poderiam facilmente envolver seus itens mágicos, ou suas personalidades greco-romanas entrando em conflito.

Eu percebia alguns semideuses mais experientes murmurando entre si, como se também estivessem com a mesma sensação que eu. Aquilo com certeza não era nada bom. Hermes não me respondia e acredito que com todos os outros semideuses estava sendo desse jeito.

Como um membro da Corvus, eu precisava buscar informações sobre isso urgentemente, mas ainda não sabia onde começar. Quíron tentava nos animar, mas ninguém queria ser animado. Em alguns dias, a fogueira, que suas chamas refletiam o humor dos campistas, estava em um laranja bem forte, e bem baixa. Estavam todos desanimados e desesperançados. Em outros dias, especialmente nesse dia, ela apenas estava fraca. Fria.

Alguma coisa estava para acontecer. Quíron nos despede para nossos chalés, mas eu com certeza não ficaria ali no Acampamento. Tinha essa sensação de que meu papel deveria ser mais importante e para isso, precisaria confiar nas minhas habilidades como semideus e membro dos Guardas. Mas antes de começar pra valer, eu precisava ter uma conversinha com uma certa assassina...



"What does not kill me, makes me stranger"

Habs Únicas:
Nível 10: Escudo de Charme: Depois de muito treinamento na Corvus somando com as habilidades herdadas de seu pai, Raphael conseguiu criar uma resistência natural contra o charme usado contra ele por semideuses/monstros/pessoas que sejam mais fracas do que ele (possuírem nível menor do que o do filho de Hermes).
#4

λ Criptoniano

avatar
Filho(a) de Ares
Filho(a) de Ares
Ver perfil do usuário
Era um dia normal, quando ouço a recomendação de parar de combater.

Suspiro e digo para os 5 filhos de Ares em minha frente: 'Bom, vão procurar o que fazer, aparentemente eu não posso continuar batendo em vocês.'

Vejo os 5 saírem meio tristes, meio aliviados, indo correndo para o chalé tomar um banho.

Eu mesmo precisava de um, penso enquanto coloco minha camiseta e rumo para o chalé de Hera, que era mais vazio. E estava ainda mais vazio naquele dia. Parecia que aquele tradicional calor de aconchego que eu sentia normalmente ao entrar tinha abandonado o local. Mesmo a fogueira acesa ali parecia não transmitir calor.

Tomei banho e fui dormir, apenas para sonhar com um céu vazio.
Será que até mesmo as estrelas tinham nos abandonado?




Os rumores são 'confirmados' através de sussurros, boatos e da forma com que Quíron tentava enganar os novatos. Eu não caia nessa.

Ao toque de recolher, rumei para o chalé de Hera, sentindo-me na obrigação de conversar com meus irmãos, talvez para fazer algo estúpido.

Assim que eu entrar no chalé, caso não tenha nada de anormal, olho para todos ali presentes e digo: 'Seguinte amigos. Os deuses fuderam tudo de novo. Algo me diz que vamos ter que concertar a cagada deles. Quem tá comigo?'



Nível 20 - Recompensa Sagrada II: Hera é a deusa das recompensas e bens materiais. Um campeão de Hera tem mais possibilidade de ganhar recompensas como itens e dracmas melhores em missões. ( Sempre ganha + 50% de Dracmas)




#5

Ω Kyle Fassbender

avatar
Filho(a) de Zeus
Filho(a) de Zeus
Ver perfil do usuário
Mesmo eu que sou relativamente novo no acampamento, consegui notar que as coisas estavam estranhas por aqui. Primeiro veio os rumores de que Poseidon e Hades haviam saído de seus reinos, mesmo ninguém sabendo exatamente o porquê, no começo eu não acreditei, afinal não era incomum falsos boatos rodarem por aqui, esses os quais se originavam nas bocas dos filhos de Afrodite ou de Hermes. Mas com a repentina seca nos campos de morango e recomendações de se evitar batalhas qualquer um conseguiria notar que algo está muito errado.

A noite em que as oferendas foram rejeitadas foi o aviso final para os que ainda tinham dúvidas. Perguntei à alguns campistas mais antigos sobre isso, e eles me falaram que nunca viram os deuses rejeitarem sacrifícios desta forma. Quíron estava tentando manter a calma no local, mas um clima tenso reinava no local, ninguém sabia ao certo o que estava acontecendo, apenas que era algo grave.

Me sinto meio mal por não ter percebido antes, os filhos de Poseidon e Hades tem contato com os reinos de seus pais, eles conseguiram notar sua ausência, mas eu por outro lado sequer sei se Zeus está no Olimpo. Por mais que eu tenha sido nomeado conselheiro do Chalé 1, meus irmãos ainda não tem respeito por mim, afinal muitos deles são mais antigos e experientes do que eu. Meus irmãos mais novos raramente me procuram por conselhos ou para lhes ajudar, geralmente recorrendo aos mais velhos ou mesmo à pessoas de outros chalés.

Não posso permitir que isso continue assim, cansei de ser apenas mais um na multidão, preciso ajudar de alguma forma, tenho que sentir que fui útil, mostrar o meu valor, nem que eu tenha que morrer no processo.



Última edição por Ω Kyle Fassbender em Seg 7 Nov 2016 - 10:05, editado 1 vez(es)



#6

Angellica Blackheart

avatar
Filho(a) de Hades
Filho(a) de Hades
Ver perfil do usuário
Eu nunca vira meus irmãos tão inquietos. Os mais experientes trouxeram a notícia de que o Imperador do Submundo havia se retirado de seu reino junto de sua esposa. Eu não pude deixar de questionar-me o que o levaria a tal atitude. Nos dias que se passaram eu tentei contato com os mortos e os poucos que me responderam não me traziam nenhuma notícia nova. Com a seca dos campos de morango e os rumores dos meus priminhos peixe de que Poseidon também havia deixado seu reino marinho e que os ciclopes trabalhavam incansavelmente a preocupação tornou-se mais séria para mim.

Durante o dia, minha rotina de isolar-me no chalé foi quebrada. Gastei muito tempo olhando a fogueira, avistando também movimentação dos servos daquele fogo sagrado. Lady Héstia, que sempre tivera minha admiração, não estava presente em forma física - como normalmente ficava, como uma criança cuidando das chamas da fogueira. A falta da visão da deusa fez meu coração tremer. Algo muito sério estaria acontecendo, não pelas armas ou pela ausência dos deuses, mas porque a guardiã do Olimpo e do Acampamento se retirara também.

Quando, naquela noite, as oferendas foram finalmente negadas eu tive a certeza de que precisaria agir. Meus irmãos, normalmente devotos da pérfida Éris, dificilmente se moveriam para ajudar os deuses. Afinal eles eram devotos do caos, quanto mais melhor para eles. Pela primeira vez eu me senti mal em meio aos meus irmãos. Assim, quando Quíron ordenou que voltássemos aos nossos chalés, eu não pude segui-los até o chalé de Hades. Meus pés pregaram no meio do caminho e meus olhos fixaram-se sobre o chalé de Lady Héstia. Eu desejava - naquele momento mais do que nunca antes - entrar ali. Os sacerdotes que eu vi entrando pareciam muito mais em paz do que qualquer outro semideus do acampamento.

O fogo negro que me mantinha aquecida por muito tempo estava fraco e trêmulo. Olhando para o chalé de Hades, mesmo à distancia, me deixava aflita e pensar em adentrá-lo parecia tão perigoso quanto entrar na arena sem armas. Com um suspiro e uma passada de mãos pelo rosto, forcei-me a andar. Eu deveria enfrentá-los, enfrentar aquele caos, aquele fogo pela primeira vez frio.



Pingente de Plutão: Concede 10% a mais de dracmas para seus usuários.
Pulseira[Ouro&DiamanteNegro]: Pulseira de ouro com um diamante negro que foi lapidado na forma de uma fênix segurando uma foice com as patas.
Quando o campista está com raiva ou ódio do oponente o diamante assume uma coloração vermelho fogo e maximiza seus movimentos de luta.



Wanna see me burn?
Black and red, my fire will consume me... and you.
#7

λ Allex Armstrong

avatar
Filho(a) de Apolo
Filho(a) de Apolo
Ver perfil do usuário
Nós últimos dias uma única palavra pode ser usada para definir a enfermaria do acampamento: Caos. Doentes e feridos vêm chegando com a frequência de sempre, com os últimos sendo a maioria, mas que, ao contrário do normal, aparentam se recuperar mais lentamente. Métodos tradicionais de recuperação têm se mostrado ineficazes, bem como os meios mágicos. Ou seja, em questão de dias, ao invés de estar com a capacidade normalizada a enfermaria se encontra superlotada. Por conta disso uma ordem foi dada: a de se evitar ao máximo combates, seja na arena ou fora dela.

No chalé de Apolo a situação não é muito melhor. O futuro se tornou incerto e nebuloso para mim e meus irmãos, consequência da perda de um de nossos mais característicos dons: o de profetizar o futuro. No início, os mais novos e inexperientes foram os primeiros a serem afetados, mas agora até os mais poderosos e experientes do chalé foram afetados. A insegurança parece tomar conta de mim, penetrando em minha mente como uma doença. Fatal.

Boatos percorrem por todo acampamento, se espalhando rapidamente, como areia sendo arrastada pelo vento. Eles dizem muitas coisas, e servem apenas para atiçar a mente de todos, criando insegurança, desconfiança e medo. E esta noite, nossos medos se mostraram reais, confirmados pelo estado incomum da fogueira, que recusava qualquer oferenda direcionada aos deuses, algo que nunca vi acontecer desde que cheguei ao acampamento.

Quíron surgiu com um semblante tranquilo, na clara tentativa de acalmar os ânimos e manter a ordem e calma nos campistas. Bem, não funcionou muito para mim, uma vez que continuei nervoso e preocupado, mas tentei disfarçar tal estado enquanto caminhava até meu chalé, e por estar bastante cansado decidi que seria bom dormir um pouco.



“Não entende? Estão cavando a cova para o mundo.”
#8

Marvolo Burbage

avatar
Filho(a) de Hermes
Filho(a) de Hermes
Ver perfil do usuário
Aquela estava sendo uma semana estranha para todo o acampamento, uma grande inquietação rondava os Chalés e sussurros corriam pelas bocas dos campistas sobre seus poderes não estarem funcionando direito. Fui até a plantação de morango colher alguns e a encontrei murcha, com alguns filhos de Deméter e Dionísio olhando para as plantas com um rosto desolado e triste, pergunto o que houve e eles apenas acenam negativamente com a cabeça.

A Enfermaria estava lotada e logo os instrutores e conselheiros de todos os chalés receberam a ordem de para os treinos para que ninguém se machuque mais, ou seja, a vida no Acampamento Meio Sangue estava ficando afetada, já que os treinos eram a maior parte das atividades que ali aconteciam. Até os seletos Campeões de Hera estavam estranhos, parecia que sua conexão com a rainha do Olimpo estava quebrada, e eles andavam meio murchos pelos cantos. Eu havia sentindo uma leve diferença nos poderes ligados a Hermes, mas não a Héstia, a única coisa estranha era o modo como as oferendas eram recebias e a falta de respostas relativas a nossa comunicação com a deusa.

Procuro por Alana para ver como as coisas estão no Chalé de Zeus, apenas para descobrir que também não estão boas, só que eles são orgulhosos demais para admitir. Levo ela para dar um passeio na praia, como não havia mais atividades no Acampamento nada melhor do que passar uma bela tarde fazendo um pique nique para ver o pôr do sol com comida roubada das cozinhas. Ficamos o dia inteiro lá, até arriscamos alguns mergulhos no ar e competição de corrida na areia. Então chega a noite e voltamos para nossos Chalés, o jantar já ia ser servido e hoje era noite de fogueira.

Quando vemos as caçadoras chegarem sem Ártemis o clima que já estava tenso fica mais pesado ainda. Quíron tenta esconder que algo está tremendamente errado, mas não tem como disfarçar mais, o Olimpo está em crise e é algo sério. O Centauro tenta amenizar as coisas e em respeito a ele fingimos que concordamos para não criar um ambiente hostil, mas ao acabar as atividades na fogueira não saio atrás de Alana e sim de Dite, a líder dos Sacerdotes e a chamo para o Chalé de Héstia.

- Algo está acontecendo Dite, somente nós não fomos afetados nos poderes de Héstia. Temos de tentar contatá-la e saber o que está acontecendo lá em cima, talvez possamos ajudar aqui em baixo.



#9

Conteúdo patrocinado


#10

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum