Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Evento de Recompensas por narrações

Seg 9 Jan 2017 - 23:27 por Quíron

Olá Deuses!

Muitos de nós (Deuses) nos matamos de narrar para os campistas e acabamos não tendo tempo para os nossos próprios personagens. Pensando nisso resolvi criar um sistema de recompensas para as narrações que os Deuses narrarem para os outros campistas.

Todas as narrações que o Deus narrar vai ser avaliada e receberá uma quantidade de xp equivalente a qualidade e o tamanho da narração. Todos os Deuses estão participando desse evento, seja Olimpiano ou Menor.

Toda vez que terminar uma narração você deverá me mandar por mp o link da narração e pedir para que os campistas que participaram também mande mp para mim falando um pouco da narração e dando uma nota …


Comentários: 0

Narração via Skype

Dom 8 Jan 2017 - 21:35 por Quíron

Olá Campistas!!!

Venho trazer para vocês hoje uma narração um "pouco" diferente da original, uma narração via Skype! Sim, isso mesmo.

Todos nós sabemos que a maioria das pessoas não conseguem mais jogar no fórum por conta do tempo, muitos estudam e trabalham e isso impossibilita com que eles consigam postar. Pensando nisso eu resolvi fazer um teste de uma narração pelo Skype.

Peço para que todos postem suas opiniões aqui nesse tópico sobre esse tipo de narração e se elas devem continuar.

narração via skype - Dani e Wel.wav

Comentários: 0

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Arenas » Arena MvP » 

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 3]

Ver perfil do usuário
Dois amigos com energia acumulada, decide ir à arena juntos, para melhorar suas habilidades e também, descarregar suas energias e quem sabe, tomarem um banho juntos depois. Na entrada da arena, eles encontram Seraph. O romano estava lá por motivos de visita, mas não iria perder a oportunidade de mexer o esqueleto um pouco.

Eles entram na arena e já são recebidos por aplausos da plateia, majoritariamente feminina devido a presença do filho de Afrodite. Quem não estava muito feliz com aquela atenção toda, era um jovem minotauro. Na verdade, ele nem tinha idade para ser considerado jovem. Recém saído das fraldas, o minotauro brigão havia tomado a clava de um goblin, depois de surrar o mesmo, mas ele ainda não estava satisfeito.

A fera bufou e correu na direção da dupla, fazendo muito barulho e erguendo sua clava. O pequeno minotauro estava a 3 metros do trio. Enquanto a besta se aproximava furiosa, do portão dos monstros, uma aranha gigante aparece. Com correntes no pescoço, ela parece ter fugido do local e tendo achado como única saída a arena. Parte da plateia vai embora, assustada com a aparência do aracnídeo.

*O minotauro é relativamente pequeno, tem a altura de vocês e por motivos óbvios, não é o mesmo que um minotauro normal. Deve ser fácil.
**A aranha não passa de um metro e meio e está correndo sem controle.
*** Quero itens, habilidades e considerações em todos os posts
**** Vai Corinthians

Minotauro: 100%




Valkirio   Nojinho    kede  Golfinho  
#1

Seraph Dimaggio

avatar
Filho(a) de Timor
Filho(a) de Timor
Ver perfil do usuário
Entrei na arena grega mais uma vez, vendo os aplausos dirigidos a dupla que entrava. Um deles, belo o suficiente para arrastar as multidões atrás de si. Não era exatamente minha maneira de viver. Tentei parecer o mais silencioso possível, me afastando da dupla para não atrapalhá-los com o miasma denso que costuma me envolver, deixando-os livres para lutarem contra o Minotauro, que parecia ansioso pelo embate.

Distante, eu pude vislumbrar o aracnídeo saindo apressado, como se enfim, tivesse ganhado o gosto da liberdade. O escolhi como meu alvo principal, mas resolvi dar uma ajuda pros outros dois, se assim fosse possível.

Avançaria contra a aranha, com minha espada em mãos, forçando minha aura do medo contra ela. Valendo-me do medo, que é um instinto de sobrevivência nato nos animais, eu tentaria, fazer com que ela tivesse visões de mais dois de mim a atacando e a encurralando, abusando de minha perícia em ilusões para conseguir meu intento.

Tentaria fazer um corte em uma das patas da criatura, usando minha espada, em um corte de cima para baixo. Caso conseguisse, aplicaria o medo nela para que eu tivesse maiores vantagens dali pra frente.

Depois me afastaria, pronto para me esquivar e me defender como fosse possível, evitando, principalmente, disparos de suas fileiras, que podiam ser um problema para mim.

Eu, no geral, preferia não assustar as pessoas, mas, no campo de batalha, eu não podia me dar ao luxo de ser misericordioso.

Havia a possibilidade de eu ganhar a atenção, inclusive, do Minotauro por causa do instinto de sobrevivência dos animais. Caso isso acontecesse, eu me manteria recuando até a beira da arena, evitando ambos os animais, me esquivando ou me defendendo como fosse possível. E, se me visse encurralado na parede, esperaria o momento oportuno para realizar um rolamento e deixá-los se espatifarem na parede, uso minha perícia em ilusão para dar-lhes vislumbres de eu fugindo para a direção contrária da que fui. Se desse, certo, faria rapidamente um corte na rótula do Minotauro e me afastaria pronto, novamente, para me defender como fosse possível.

Observação:

— Máscara do medo auxiliando a aura fúnebre e o medo.
— Gostaria de treinar minha perícia em espada

Poderes Passivos:
Inhaca: Sendo um semideus, você emana um cheiro característico à sua raça, que pode ser farejado por monstros e outras criaturas mágicas. Por enquanto, o odor é fraco e sutil.

Compreensão Antiga: Devido ao sangue divino que corre em suas veias, os semideuses possuem grande predisposição para aprender e entender o Latim e o Grego Antigo, de acordo com o lado em que nasceu (Grego = Grego Antigo | Romano = Latim)

TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Aura Fúnebre [Inicial]: O filho de Timmor não tem nada a temer, mas os outros é que costumam temê-lo. Eles emanam uma aura fúnebre. Nesse nível ainda é fraca, podendo apenas dar calafrios e arrepios em quem se aproximar ou avistar o semideus. O alcance da Aura Fúnebre compreende até 5 metros. (+3 VONT)

Sangue Frio: Todos os Filhos de Timmor praticamente não sentem medo algum, e quanto mais forte vão ficando, menos medo sentem, assim, conseguem agir tranquilamente nas mais extremas circunstâncias. (+5 INT)

Catalisador [Inicial]: Em ambientes macabros e assustadores, os filhos de Timmor se sentem naturalmente, como parte do ambiente. O semideus catalisa toda a energia assustadora do local, e faz com que sua Aura Fúnebre e seu Toque Fúnebre fiquem mais concentrados e mais potentes, suas habilidades relacionadas ao medo ficam evidentemente mais destacadas e mais medonhas do que o normal. O semideus se sente mais vivo, apesar dos outros se sentirem apreensivos com o ambiente, e com toda essa catalisação ele também aumenta sua agilidade. (+5 CHA e +6 AGI)

Perícia com Ilusões [Inicial]: Assim como o Pai, todos os Filhos de Timmor se tornarão mestres nas ilusões, mas por enquanto, suas ilusões só conseguem confundir a visão de alguns alvos, no máximo 2, com vislumbres. (+5 CHA)

Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. Os filhos de Timmor só recebem o nível Inicial dessa perícia. Para conseguir os outros níveis, o campista deverá treinar esta perícia. (+5 AGI)

Poderes Ativos:
Medo: O alvo que o filho de Timmor atingir, seja la como, sentirá medo. O uso dessa habilidade consome 15 pontos de energia, e entra em espera por 1 rodada.

Equipamentos:
- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Mascara do Medo

#2

Newt Flower

avatar
Filho(a) de Deméter
Filho(a) de Deméter
Ver perfil do usuário

De Manos para Mino


Encontrei um filho de Afrodite dormindo nas plantações, aparentemente ele não gostava de seu chalé, ou apenas acordou cedo. O fato é que ele queria treinar, resmungou algo parecido com isso – E eu achando que ia ser outro dia chato! - não demorei para pegar meus equipamentos, me sentindo nada perto do menino. Havia outro menino ali, aparentemente apenas esperando um convite para entrar –Parece que somos um trio afinal!

Tinha platéia e tudo, penso como os campistas gostam de ver os bretes dos combatentes. Nosso inimigo não quer perder tempo, parece enfezado com a presença de Lucca. Como de costume me coloco na frente, tenho essas manias de querer proteger todos. Como ele vem rápido pego um.Cravo de bronze e laço na direção dele, em seguida uso minha Armadura de Carvalho, que fortificação meu peitoral de couro.

Caso eu acerte ele com a flor, eu avançaria com a foice para tentar o acertar no abdômen, usando o escudo para me defender/empurrar o 'minitouro'. Eu estava sendo a isca mesmo, já que o outro menino é um arqueiro. O legionário pareceu achar outro oponente, mas não podia esquecer que os monstros são uma caixinha de surpresas. Aranhas pode pular bastante, ou lancar seu veneninho. Caso só consiga levar um belo murro do monstro, uso meu escudo para evitar mais danos.

Caso o monstro me ignore, indo até o filho de Afrodite, lanço outro cravo de bronze nele

Equipamentos:

-Peitoral de Couro
-Escudo de Casca de Teixo
- Foice da Colheita¹
- Cravo de Bronze (x4)
- Elmo Comum
¹ Cabo de Carvalho Celestial e lâmina de Bronze Celestial. Da 10% de bônus na habilidade Envenenar Arma, quando usados juntos.
 
obs:
treinar perícia em escudo e foice
Hab. Passivas:

Nível 1 - TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Nível 3 - Perícia Com Foice[Inicial]:  Os filhos de Ceres, assim como sua mãe, sabem manejar uma foice muito bem. Garante nível de Perícia [Inicial] para foices. Permite que o herói treine suas outras Perícias até o nível [Inicial]. (+ 5 AGI)

Hab. Ativas:
Nível 4 - Armadura de Carvalho[Inicial]: Consiste em uma armadura de cascas de carvalho bastante rígida, que neste nível protegem somente o peito. Por 20 pontos de energia.





Newt Flower

Chalé 4 :: Primeiro ano :: O Pacífico ::


#3

Lucca Daddario

avatar
Filho(a) de Afrodite
Filho(a) de Afrodite
Ver perfil do usuário

Meu irmão gêmeo me irritava bastante, ter sua cara linda aí, sendo exposta por outra pessoa é frustrante. O filho de Deméter me acorda, nem lembro o horário que vim parar ali, uma hora? Não lembro! Resmungo sobre meu tédio nivel hard. Me surpreendi quando aquele menino se ofereceu para ir. Pensava que os filhos de Deméter não fossem de violência, mas acho que julgo mal as aparências. Entrei e sai do chalé rapidamente, com meus equipamentos. Newt convidou um menino para ir junto na porta da arena, ele parecia calma com a situação. Afinal, ele chegara a mais tempo que eu. Não via nenhum problema, mas minha preocupação não acabou, só começou.

Recuo alguns passos, pegando meu arco e uma flecha de prata, Newt adianda-se e o outro menino vai para o lado. Tenho a impressão de que o monstro estava mirando em mim, por isso espero que Newt o pare. Assim poderia atirar minha Flecha Certeira no monstro, sempre atento as investidas da aranha. Me desviando delas. Mas se o mino passar por Newt, o jeito é tentar acertar ele com a Fecha Certeira o mais rápido e me afastar dele.


Equipamentos:

-Peitoral de Couro
- Espada curta
- Espada Curta
- Elmo comum
- Anel de rosas
Arco curto -
Aljava de couro [Comum] -
(10x) Flecha de Prata
(10x) Flecha de Bronze Celestial
 
obs:
treinar perícia em arco e flecha
Hab. Passivas:

Nível 1 - TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Nível 1 - Aparência Agradável: Você tem uma beleza sobrenatural para os padrões de sua era. O filho de Afrodite tem uma beleza erótica. (+5 CHA)

Nível 3 - Luxúria [Inicial]: Você pode despertar o desejo dos outros com apenas um olhar, ou com uma passagem deixando seu perfume no ar. (+5 CHA)

Nível 3 - Perícia com Chicote [Inicial]: Confere o nível [Inicial] para a perícia com chicotes. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 AGI)

Hab. Ativas:
Nível 3 - Flecha Certeira [Inicial]: Uma flecha que tem grandes chances de acertar o alvo. O uso dessa habilidade consome 10 pontos de energia.  Para conseguir os outros níveis dessa habilidade a perícia com arco e flechas deverá ser treinada.






Δεν είμαι σκύλα σας
#4
Ver perfil do usuário
Sem perder tempo, o filho de Timor avança contra o aracnídeo gigante, que só tinha o desejo de liberdade em sua mente. Porém, aquilo era uma aranha gigante e não uma aranha comum, então o semideus teria de ser cauteloso, ao tratar com esta criatura. A aranha se depara com a imagem de dois filhos de Timor exatamente iguais, vindo em sua direção para ataca-la. Ela deveria estar assustada com isso, mas ela era uma criatura da noite e estas, são conhecidas por causar medo e não por sentir medo.

O filho de Timor tenta um ataque contra a pata da aranha, porém esta recua e não se deixa ser atingida. Em resposta, a fera lança uma espécie de líquido verde de sua boca, mas o filho de Timor com sua agilidade aumentada (devido ao medo das pessoas em relação à aranha), consegue esquivar lançando o seu corpo para a direita. Ele não viu pois sua atenção estava na aranha, mas o líquido que ela soltou, começou a fermentar quando caiu ao chão. Provavelmente ela havia lançado uma espécie de ácido.

Alheia ao que poderia ter acontecido ao semideus, e motivada a sair dali a qualquer custo, agora é a aranha que realiza um ataque. Ela realiza um salto, na direção do filho de Timor, mostrando suas presas para crava-las contra o semideus (se ele não fizer nada, é claro).
_____
A dupla que havia se encontrado em meio as plantações, já havia bolado o seu plano de ação. Newt se colocaria a frente como uma barreira, e Lucca ficaria mais atrás, recuando mais alguns passos para ter uma visão mais ampla da área. Newt é o primeiro a agir, lançando um cravo de bronze contra o minotauro. Ele não era um exímio lançador de dardos, mas o minotauro estava vindo em linha reta, e era muito grande para que o semideus errasse o seu golpe.

O cravo perfura o meio do peito da criatura, cravando-se praticamente por inteira e fazendo o monstro mugir de dor. A criatura porém, não parou de avançar e ao se encontrar com Newt (que também avançava), simplesmente atropelou o filho de Deméter que nem teve tempo de atacar ou defender de maneira efetiva. Por sorte, o semideus tinha a proteção do escudo e da proteção do carvalho, que ao revestir sua armadura de couro, garantiu uma defesa maior ao semideus. Porém, ele sentia o seu braço. Defender com o escudo, o ataque de uma criatura pesada, nunca era uma boa ideia.

A criatura não parou após se chocar com Newt, continuou avançando agora em busca de Lucca, que não conta com a mesma proteção que o filho de Deméter. Porém, ele já estava pronto para lançar uma flecha contra o monstro. Este também, não era nenhum mestre em arco e flecha, porém não iria errar um alvo dessa grandeza.

A flecha saiu do arco do filho de Afrodite e ganhou velocidade, até atingir o peito da fera. Quando isso aconteceu, o minotauro estava apenas a um metro de distância de Lucca, e por sorte o seu golpe atrasou o minotauro, que dessa vez parou de avançar. O monstro mugiu mais uma vez, retirando a flecha e o cravo de seu peito, utilizando a mão que estava livre. O tempo que o minotauro levou para fazer isso, foi o suficiente para Lucca poder se afastar um pouco mais, agora ele estava a centímetros de encostar na parede e não conseguiria recuar mais.

O minotauro por sua vez, tinha uma distância de 6 metros para percorrer, até acertar o filho de Afrodite. Ele era o seu alvo e continuaria avançando contra ele, mesmo com a possibilidade de ser atingido por outra flecha.

Minotauro: 70%
Aranha: 100%




Valkirio   Nojinho    kede  Golfinho  
#5

Newt Flower

avatar
Filho(a) de Deméter
Filho(a) de Deméter
Ver perfil do usuário

De Mino para Manos


O desgraçado auguentou a dor, e eu tive que aguentar o baque. Ele para cima de mim como seu eu fosse um quarterback, e fui jogado como um. No chão vejo ele avançando em Lucca, tento me colocar de pé e meu abraço esquerdo reclama de dor, pudera, eu usei o escudo para defender, tenho sorte de ainda estar com ele. De joelhos tenho que pensar rápido, não chegaria a tempo no Mino, e Lucca não pode recuar mais. A aranha se ocupa com o outro semideus, minha brecha foi o mino ter parado um pouco sua corrida para tirar o Cravo e a Fecha que o acertaram.

Ativo o Aroma Profundo perto do Mino, ativando rapidamente para que esse não saia do campo do aroma. Caso ele seja afetado, dependendo do narrador me levanto espero saber o efeito. Se ele for minimamente paralisado, tanto Lucca quanto eu poderemos atacar, a tontura o fará ficar desnorteado e Lucca pode fugir, a mesma coisa do enjoo. Não posso levar mais um baque forte no meu braço, mas ainda assim avanço no Mino, desferindo um corte de cima para baixo na sua costa, recuando uns passos caso ele revide.

Caso o Aroma profundo não funcione, o jeito é provocar o monstro para que Lucca saia da posição desfavorável –Sempre desconfiei que toda a 'hombridade' dos minos fossem uma forma de mascarar algo - falo em voz alta –Apaixonados pelos 'filhos' de Afrodite! Cuidado com a rejeição, será pior que o Cravo em seu peito! - a intenção é fazer a platéia rir dele, assim ele teria raiva de mim, ou pelo menos desviaria o olhar para mim por um segundo –Alguém estar apaixonado! - começo a rir alto, de nervoso devo admitir. alguma coisa tem que funcionar
 
obs:
treinar perícia em escudo e foice
Hab. Passivas:

Nível 1 - TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Nível 3 - Perícia Com Foice[Inicial]:  Os filhos de Ceres, assim como sua mãe, sabem manejar uma foice muito bem. Garante nível de Perícia [Inicial] para foices. Permite que o herói treine suas outras Perícias até o nível [Inicial]. (+ 5 AGI)

Hab. Ativas:
Nível 4 - Armadura de Carvalho[Inicial]: Consiste em uma armadura de cascas de carvalho bastante rígida, que neste nível protegem somente o peito. Por 20 pontos de energia.

Nível 3 - Aroma Profundo: Uma botão de flor negra nasce do chão e quando ela abre e determinado odor é liberado. Ele tem cor verde além de um cheiro horrível. Possui diversos efeitos como tontura, sono, paralisia. [Gasta 40 de energia para utilizar/ativar este poder. Entra em espera por 3 rodadas]





Newt Flower

Chalé 4 :: Primeiro ano :: O Pacífico ::


#6

Seraph Dimaggio

avatar
Filho(a) de Timor
Filho(a) de Timor
Ver perfil do usuário
A criatura não parecia ser muito afetada pelas minhas habilidades de medo, o que, apesar de desagradável, não chegava a ser uma surpresa. Não me lembro de ter enfrentado uma criatra que se borrasse de medo de mim, afinal, aquilo era a arena.

Eu estava tendo uma leve ajuda do medo que a aranha estava causando nas pessoas, o que estava me fortalecendo. Eu não gostava de dizer que me alimentava do medo das pessoas, tão pouco que me sentia bem com isso, mas, por hora, serviria ao seu propósito.

A aranha, aparentemente, era capaz de soltar algum tipo de secreção corrosiva, ao meno o "tss" que eu ouvi devia ser de um líquido ácido. Por sorte eu desviara, mas não consegui acertá-la em contra partida.

Estávamos em um empasse. Empasse esse que ela pretendia finalizar com um salto na minha direção.

Pensei em rolar, pular e me esquivar, mas ela era tão rápida quanto eu e ainda tinha a fieira, que podia fazê-la mudar de direção. Não bastasse isso ainda tinha o cuspe, que eu não sabia qual era o real efeito.

Mais rápido que um raio, eu tirei meu helmo e fiquei com ele na mão. Me jogaria de costas no chão da arena, com a espada erguida e minhas pernas flexionadas, prontas para chutá-la para longe.

Minha intensão seria fazer com que ela se cravasse na espada, seu próprio peso fazendo-a atravessar a lâmina. Quanto ao cuspe, tentaria usar a perícia em ilusão para confundí-la sobre onde disparar, fazendo com que imagens minhas se sobreposse. Em seus múltiplos olhos, apenas vislumbres de direcões erradas para que ela não disparasse a gosma estranha em mim, mas, se, contudo, ela ainda disparasse ácido na minha direção, eu usuaria o elmo para absorver o líquido no meu lugar.

Tentaria fazer com que as presas dela não me alcançasse, sustentando o peso dela com minhas duas pernas que estava, flexionadas para receber o golpe, usando o próprio helmo, caso não fosse inteiramente derretido antes, ou as ilusões, ainda sobrepondo minha imagem várias vezes em lugares diferentes na visão da aranha.

Se tudo desse certo eu provavelmente teria matado a aranha, do contrário, eu seria o morto.

Mas se, contudo, eu permanecesse vivo e ela também, eu tentaria fazer meu corpo pender para um dos lados, usando as pernas para girar e tentar me afastar dela, destravando a espada e tentando escapar dos disparos, fazendo com que, ao menos, pegassem no peitoral, ao invés na minha carne. Ativando o medo tão logo a espada cravasse nela para adiquirir maiores vantagens.

Observação:

— Máscara do medo auxiliando a aura fúnebre e o medo.
— Gostaria de treinar minha perícia em espada

Poderes Passivos:
Inhaca: Sendo um semideus, você emana um cheiro característico à sua raça, que pode ser farejado por monstros e outras criaturas mágicas. Por enquanto, o odor é fraco e sutil.

Compreensão Antiga: Devido ao sangue divino que corre em suas veias, os semideuses possuem grande predisposição para aprender e entender o Latim e o Grego Antigo, de acordo com o lado em que nasceu (Grego = Grego Antigo | Romano = Latim)

TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Aura Fúnebre [Inicial]: O filho de Timmor não tem nada a temer, mas os outros é que costumam temê-lo. Eles emanam uma aura fúnebre. Nesse nível ainda é fraca, podendo apenas dar calafrios e arrepios em quem se aproximar ou avistar o semideus. O alcance da Aura Fúnebre compreende até 5 metros. (+3 VONT)

Sangue Frio: Todos os Filhos de Timmor praticamente não sentem medo algum, e quanto mais forte vão ficando, menos medo sentem, assim, conseguem agir tranquilamente nas mais extremas circunstâncias. (+5 INT)

Catalisador [Inicial]: Em ambientes macabros e assustadores, os filhos de Timmor se sentem naturalmente, como parte do ambiente. O semideus catalisa toda a energia assustadora do local, e faz com que sua Aura Fúnebre e seu Toque Fúnebre fiquem mais concentrados e mais potentes, suas habilidades relacionadas ao medo ficam evidentemente mais destacadas e mais medonhas do que o normal. O semideus se sente mais vivo, apesar dos outros se sentirem apreensivos com o ambiente, e com toda essa catalisação ele também aumenta sua agilidade. (+5 CHA e +6 AGI)

Perícia com Ilusões [Inicial]: Assim como o Pai, todos os Filhos de Timmor se tornarão mestres nas ilusões, mas por enquanto, suas ilusões só conseguem confundir a visão de alguns alvos, no máximo 2, com vislumbres. (+5 CHA)

Perícia com Lanças [Inicial]: Confere nível de perícia [Inicial] para a perícia com Lanças. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. Os filhos de Timmor só recebem o nível Inicial dessa perícia. Para conseguir os outros níveis, o campista deverá treinar esta perícia. (+5 AGI)

Poderes Ativos:
Medo: O alvo que o filho de Timmor atingir, seja la como, sentirá medo. O uso dessa habilidade consome 15 pontos de energia, e entra em espera por 1 rodada.

Equipamentos:
- Elmo Comum
- Peitoral de Couro
- Espada Curta
- Mascara do Medo



Última edição por Seraph Dimaggio em Sex 9 Dez 2016 - 13:21, editado 1 vez(es)

#7

Lucca Daddario

avatar
Filho(a) de Afrodite
Filho(a) de Afrodite
Ver perfil do usuário

Minha situação não é tranquila e nem favorável, o monstro derruba o filho de Deméter e mesmo com um cravo no peito avança, a minha fecha apenas diminui a velocidade, ele para um pouco para puxar as duas de seu peito. Minha mira ainda é um horror, mas com toda essa adrenalina meu corpo corresponde de um jeito indescritível. Não sei porque abro um sorriso quando não tem o que fazer, eu acertei ao achar que ele olhava diretamente para mim. Odeio ser notado em todo o lugar que vou, até os monstros parecem atraídos para acabar com minha vida

Caso o Aroma profundo funcione, dependendo do seu efeito, uso outra Flecha Certeira, antes de correr para o lado, fazendo um arco no monstro. O único problema disso é me colocar mais perto da aranha, que pode muito bem acertar minhas costas. Por isso conto com o filho de Deméter, caso ele acerte as costas do monstro, avanço na direção do grego, saindo do alcance da aranha.

Caso o aroma pronfundo der fail, e Newt consiga chamar a atenção dele, se ele virar a cabeça para trás e olhar o filho de Deméter, miro na região do seu pescoço e adjacentes, com a Flecha Certeira, usando uma flecha de prata. Caso a provocação só firva para me ferrar mais, atiçando o seu ódio por mim, vou tentar correr para o lado, já que para trás não posso mais, segurando o arco com a mão esquerda, puxo a espada para defender dos possíveis ataques. Porque tentar usar uma flecha num espaço curto não vai rolar, ainda me falta velocidade.


obs:
treinar perícia em arco e flecha
Hab. Passivas:

Nível 1 - TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Nível 1 - Aparência Agradável: Você tem uma beleza sobrenatural para os padrões de sua era. O filho de Afrodite tem uma beleza erótica. (+5 CHA)

Nível 3 - Luxúria [Inicial]: Você pode despertar o desejo dos outros com apenas um olhar, ou com uma passagem deixando seu perfume no ar. (+5 CHA)

Nível 3 - Perícia com Chicote [Inicial]: Confere o nível [Inicial] para a perícia com chicotes. Permite que o herói treine suas outras perícias até o nível [Inicial]. (+5 AGI)

Hab. Ativas:
Nível 3 - Flecha Certeira [Inicial]: Uma flecha que tem grandes chances de acertar o alvo. O uso dessa habilidade consome 10 pontos de energia.  Para conseguir os outros níveis dessa habilidade a perícia com arco e flechas deverá ser treinada.






Δεν είμαι σκύλα σας
#8
Ver perfil do usuário
Vendo a aranha saltar em sua direção, o semideus resolve tirar o seu elmo, e executar um plano que teria dado certo, se a aranha ainda não estivesse saltado. O mais correto a fazer, seria uma esquiva ou se jogar no chão de uma vez, mas antes disso ele resolveu tirar o elmo. Bem...

Seraph nem teve tempo de tirar o seu elmo, quando a aranha caiu por cima do semideus romano. O monstro estava perto demais, para ser afetado por qualquer tipo de ilusão. Com violência, ele crava as presas contra o ombro do semideus. A presa perfurou a proteção de couro do semideus, causando uma dor aguda ao mesmo.

O garoto soltou um grito de dor, tão alto que chamou a atenção do minotauro por um momento, o fazendo desviar sua atenção para o garoto e principalmente para a aranha. Isso deu a oportunidade de Newt fazer brotar uma rosa negra, que ao se abrir completamente, afetou primeiramente o olfato da besta, depois fez seus olhos lacrimejarem e então, o tirou totalmente do foco em que ele estava. Como uma barata, ele rodopiava descontroladamente, levando a mão livre ao nariz, e tentando abafar o cheiro com a mão.

Vendo a oportunidade, Lucca preparou agora uma outra flecha, hesitando um pouco em atirá-la devido a agitação. Mesmo assim, ele confiou em suas habilidades fez o disparo. A flecha dessa vez, apenas acertou o braço do minotauro, o garoto não acertou exatamente onde queria, mas foi o máximo que ele conseguiria graças a sua habilidade. Isso, nessa situação. Ao acertar a flecha, o filho de Afrodite se movimentou, agora indo para a direita.

Newt aproveitou-se da situação e avançando o mais rápido que ele pôde, abriu um corte vertical nas costas do minotauro, que mugiu mais uma vez. Com um pulo sutil para trás, ele escapou de um tapa do minotauro, que girou o corpo de uma vez, na direção do semideus, a fim de descontar o golpe. Porém, a sua tontura o impedia de executar um movimento correto, o que facilitou a vida do filho de Deméter.

Agora as atenções dos garotos estavam voltadas ao romano, que estava por baixo da aranha gigante, que havia saído de sua jaula (birl). A aranha injetava seu veneno paralisante, que por efeito positivo, fez o semideus parar de sentir dor na região. Porém, ele estava com o seu ombro e braço esquerdo paralisado, podendo ficar pior se não reagir de alguma forma.

Minotauro: 40%
Aranha: 100%




Valkirio   Nojinho    kede  Golfinho  
#9

Newt Flower

avatar
Filho(a) de Deméter
Filho(a) de Deméter
Ver perfil do usuário

Macaco Aranha


Seraph foi quem ajudou nosso combo, não havia muito o que fazer – Lucca! - nem precisava chamar a atenção dele para saber que tínhamos que ajudar o romano, enquanto o mino tava desorientado. Como o filho de Afrodite estava mais perto. Usei a habilidade Brotar e controle de plantas para usar uns cipós para segurar a perna da aranha, não podendo usar nenhum veneno para não pegar no menino. Apenas para parar o suficiente pelo menos uma perna da mesma, assim eles teriam uma brecha para tirar a aranha dali.

Fico por lá para enfrentar o mino caso ele se recuperasse. Enveneno um cravo de bronze, esperando uma brecha para jogar no mino. Esperando que Lucca consiga ajudar.

obs:
treinar perícia em escudo e foice
Hab. Passivas:

Nível 1 - TDAH: Como todo semideus, você nasceu programado para a batalha, e seu cérebro está sempre alerta. Isso dificulta um pouco sua concentração, porém pode salvar sua vida nas batalhas, lhe permitindo reagir rapidamente a estímulos externos.

Nível 3 - Perícia Com Foice[Inicial]:  Os filhos de Ceres, assim como sua mãe, sabem manejar uma foice muito bem. Garante nível de Perícia [Inicial] para foices. Permite que o herói treine suas outras Perícias até o nível [Inicial]. (+ 5 AGI)

Hab. Ativas:
Nível 4 - Armadura de Carvalho[Inicial]: Consiste em uma armadura de cascas de carvalho bastante rígida, que neste nível protegem somente o peito. Por 20 pontos de energia.

Nível 1 - Controle de Plantas I: O filho de Deméter tem poderes sobre a natureza, sendo assim, ele pode controlar as plantas. Neste nível você pode controlar algumas plantas fazendo pequenos movimentos. [Gasta 10 de energia para utilizar/ativar este poder]

Nível 2 - Brotar I: Faz nascer e crescer instantaneamente uma planta ou árvore pequena [Ipê-de-jardim]. Pode fazer o que quiser com ela depois utilizando o poder Controle de Plantas, qualquer tipo de fruta/erva adquiridos durante a narração deve(m) ser usado(s) na mesma. [Gasta 10 de energia para utilizar/ativar este poder][1 turno de espera, 0 se estiver sob o efeito de Bem Estar]

Nível 2 - Envenenar arma I: Um líquido fosco esverdeado surge a partir do filho de Deméter e percorre sua arma; esta passa poder envenenar** aqueles que forem acertados com a mesma. É preciso cortar o alvo ou atingir uma área com ferida aberta para que o efeito ocorra. [Gasta 20 de energia para utilizar/ativar este poder. Entra em espera por duas rodadas].





Newt Flower

Chalé 4 :: Primeiro ano :: O Pacífico ::


#10

Conteúdo patrocinado


#11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 3]

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum